Bolsonaro envia novos nomes para diretoria da ANTT para aval de Senadores

ANTT regula, entre outros serviços, ônibus rodoviários

Indicações estão em despachos do presidente publicados em edição extra do Diário Oficial da União desta sexta (02)

ALEXANDRE PELEGI

O presidente da República Jair Bolsonaro encaminhou ao Senado Federal três novos nomes para ocupar a diretoria da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Os despachos do presidente estão publicados em edição extra do Diário Oficial da União desta sexta-feira, 02 de julho de 2021.

As três indicações, que terão de ser aprovadas pelo Senado, são as seguintes: Rafael Vitale Rodrigues para o cargo de diretor-geral da ANTT, em lugar de Mario Rodrigues Junior, cujo mandato se encerrou; Fábio Rogério Carvalho para a diretoria da Agência, em função da renúncia de Weber Ciloni; e Guilherme Sampaio, também para a diretoria, que ocupará o cargo Marcelo Vinaud Prado, cujo mandato também expirou.

Rafael Vitale Rodrigues é Subchefe Adjunto de Infraestrutura da Subchefia de Articulação e Monitoramento da Casa Civil de 2020 até hoje.

Fábio Rogério Carvalho atuou na Assessoria Internacional do Ministério da Infraestrutura.

Guilherme Sampaio é Chefe de Gabinete da Presidência na CNT – Confederação Nacional do Transporte.

Como mostrou o Diário do Transporte, Bolsonaro desistiu de três indicações que fizera anteriormente para a diretoria da ANTT na terça-feira, 29 de junho.

Em fevereiro deste ano, comissões do Senado aprovaram os três primeiros nomes encaminhados pelo governo federal. A expectativa era que na sequência eles seriam aprovados em plenário. Relembre:

Senado deve votar nova diretoria da ANTT na próxima semana

Os nomes encaminhados anteriormente, e que foram retirados na terça, foram os de Davi Ferreira Gomes Barreto para o cargo de diretor-geral, em lugar de Marcelo Vinaud Prado; Arnaldo Silva Junior e Rui Gomes da Silva Junior para os cargos de diretores.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta