Pedágio da Régis Bittencourt terá aumento em 1º de julho

Tarifa básica passa dos atuais R$ 3,30 para R$ 3,40 nas seis praças da rodovia que liga São Paulo a Curitiba

ALEXANDRE PELEGI

A partir de zero hora do dia 1º de julho de 2021, quinta-feira, a tarifa básica de pedágio da Rodovia Régis Bittencourt, BR 116 SP/PR, passará de R$3,30 para R$ 3,40.

A rodovia federal que liga São Paulo a Curitiba é operada pela concessionária Artéris.

O novo valor é válido para as seis praças de pedágio da rodovia, e foi autorizado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) de acordo com a Deliberação 217, publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira, 29 de junho.

O reajuste corresponde à variação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA do último período do contrato, que indicou o percentual positivo de 4,31%.

A nova tarifa será aplicada nas seis praças, localizadas em:

Km 299 – São Lourenço da Serra (SP)

Km 370 – Miracatu (SP)

Km 427 – Juquiá (SP)

Km 485 – Cajati (SP)

Km 542 – Barra do Turvo (SP)

Km 57 – Campina Grande do Sul (PR).

A Artéris é a concessionária responsável, desde 2008, pelos 402 quilômetros da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116/SP/PR) que liga as cidades de São Paulo (SP) e Curitiba (PR).

Cerca de 22 mil veículos trafegam diariamente pela rodovia, que engloba 17 municípios em sua malha viária. O contrato tem vigência de 25 anos.

A rodovia corta as seguintes cidades: Taboão da Serra, Embu das Artes, Itapecerica da Serra, São Lourenço, Juquitiba, Miracatu, Juquiá, Registro, Pariquera-açu, Jacupiranga, Cajati e Barra do Turvo, no Estado de São Paulo; e Campina Grande do Sul, Quatro Barras, Antonina, Colombo e Curitiba, no Estado do Paraná.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta