Angra dos Reis (RJ) mantém proibição da entrada de turistas em vans, ônibus e micro-ônibus

Está permitida a autorização de até dois fluxos de ônibus (ou van e micro-ônibus) por embarcação, desde que não ultrapasse o percentual de 80% da capacidade máxima. Foto: Divulgação.

Medidas foram publicadas em Diário Oficial e têm validade até 16 de julho

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro, alterou normas sanitárias de combate ao novo coronavírus, em relação ao setor de turismo. As medidas foram publicadas em Diário Oficial e têm validade até 16 de julho de 2021.

De acordo com a publicação, está permitida a autorização de até dois fluxos de ônibus (ou van e micro-ônibus) por embarcação, desde que não ultrapasse o percentual de 80% da capacidade máxima.

Entretanto, a entrada de turistas em território municipal, em veículos turísticos (vans, micro-ônibus, ônibus e afins), que transportem alimentos ou bebidas, continua proibida. Os infratores ficam sujeitos às multas e demais penalidades cabíveis.

Além disso, é vedado o embarque de qualquer tipo de alimento e bebida pelo usuário/contratante por intermédio de coolers, compartimentos térmicos, isopores e afins e a manipulação de alimentos (petiscos, lanches, refeições e afins) nas embarcações náuticas do tipo escunas, saveiros e catamarãs.

Segundo o documento, é autorizada somente a comercialização de bebida pelo empresário que figure como proprietário da embarcação, contanto que haja a observância dos protocolos sanitários.

Confira as regras, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta