Empresa que elaborou projeto do BRT ABC apresenta detalhes a vereadores da região

Encontro foi uma iniciativa da entidade regional para trazer detalhes do projeto aos Legislativos municipais. Foto: Divulgação.

Apresentação foi feita pela Systra no Consórcio Intermunicipal Grande ABC

JESSICA MARQUES

A Systra, empresa que elaborou o projeto básico do BRT ABC, apresentou os detalhes aos vereadores da região. A apresentação foi feita no Consórcio Intermunicipal Grande ABC nesta sexta-feira, 18 de junho de 2021, a convite da entidade.

Na ocasião, estiveram presentes os presidentes das câmaras municipais e vereadores da região para uma apresentação do projeto do BRT (sigla em inglês para transporte rápido por ônibus) que vai ligar o Grande ABC à capital paulista.

Durante o encontro, o engenheiro projetista Paulo Belisário, da ABC Sistema de Transporte, e o coordenador de Comunicação da Metra, Thiago Terci, informaram que a previsão é inaugurar o modal entre o final de 2022 e o início de 2023, conforme já noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre:

EXCLUSIVO: BRT ABC será concluído até dezembro de 2022 com operação no início de 2023 pela Metra, diz AlexandreBaldy

O BRT terá 17,3 quilômetros, com 20 estações. A partida será centro de São Bernardo do Campo, passando por Santo André, São Caetano do Sul e São Paulo, com paradas nos terminais Tamanduateí e Sacomã.

O sistema contará com vias segregadas e faixas exclusivas, integração semafórica, ônibus elétricos biarticulados e silenciosos e interligação com os sistemas municipais de transportes. A demanda estimada é de 173 mil passageiros por dia.

Em nota, o secretário-executivo do Consórcio ABC, Acacio Miranda, ressaltou a importância de detalhar o projeto aos representantes do Legislativo do Grande ABC.

“A expectativa em relação a esse projeto é muito grande na região, pois é uma obra que trará ligações com o Metrô e a CPTM, beneficiando a população das sete cidades”, afirmou Acacio Miranda.

A pauta da reunião também incluiu questões relacionadas ao Polo Petroquímico de Capuava, localizado na divisa entre Santo André, Mauá e a Zona Leste de São Paulo, e novas ações da Escola de Governo e Desenvolvimento Regional do Consórcio ABC, incluindo projetos voltados para os vereadores da região.

Também participaram da reunião os presidentes das Câmaras Municipais de Santo André, Pedrinho Botaro, de Mauá, Zé Carlos Nova Era, de Ribeirão Pires, Guto Volpi, e de Rio Grande da Serra, Charles Fumagalli, além dos vereadores Danilo Lima, de São Bernardo, Renan Pessoa, de Mauá, Marcelo Cabeleireiro, de Rio Grande da Serra, o secretário-geral legislativo da Câmara de Diadema, Marcelo Mendes, o assessor especial da Câmara de São Bernardo do Campo, Laércio Fregonezi, representando o presidente Estevão Camolesi, e o diretor Administrativo e Financeiro do Consórcio ABC, Carlos Eduardo da Silva, o Carlinhos.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Falta um pouco mais de objetividade, de quem está na frente do projeto,,,,dizer que vai inaugurar em fins de 2022,,,é muito subjetivo,,,nunca se saber os empecilhos que virão no futuro,,,

  2. Alfredo disse:

    Se for como o monotrilho do Aeroporto de Congonhas que era pra Copa de 2014, Eu vou morrer antes, e Eu tenho 58 anos, mais uma das inúmeras promessas do Doria, a Metra sequer mudou as coberturas das paradas dos onibus do corredor ABCD, e já fazem mais de 20 anos que opera o mesmo, só conversa.

Deixe uma resposta