Diário no Sul

Curitiba (PR) inaugura trincheira para reduzir tempo de deslocamento de linhas de ônibus

Linhas transportam atualmente cerca de 112 mil pessoas em dias úteis. Foto: Divulgação.

Ao todo, dez linhas circulam pelo trecho, na Rua General Mario Tourinho

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Curitiba, no Paraná, inaugurou uma trincheira na Rua General Mario Tourinho nesta terça-feira, 15 de junho de 2021. Segundo a Prefeitura, a obra beneficia diretamente dez linhas de ônibus da capital, com ganho de tempo de viagem de cerca de cinco minutos por trajeto, de acordo com estimativa da Urbs (Urbanização de Curitiba).

As linhas que circulam pelo trecho são: 020 Interbairros II (horário); 021 Interbairros II (anti-horário); 027 C.Raso/C. do Siqueira (reforço); 022 Inter 2 (horário); 023 Inter 2 (anti-horário) ; 024 Capão Raso/C. Siqueira (reforço); 365 Jd. Social/Batel; 370 Rua XV/Barigui; 860 V. Sandra; e 861 Tramontina. Essas linhas, que sofreram desvios durante a obra, retornaram nesta terça-feira (15/6) ao itinerário oficial, passando pela trincheira pela Rua Mario Tourinho ou pela Avenida Nossa Senhora Aparecida.

Ainda de acordo com a administração municipal, essas linhas transportam atualmente cerca de 112 mil pessoas em dias úteis, podendo chegar a 168 mil/dia em período pós pandemia. Para um passageiro, por exemplo, que pega essas linhas duas vezes ao dia, a economia de tempo, de segunda a sábado, chega a uma hora por semana.

Segundo o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto, a nova trincheira beneficia linhas importantes para o curitibano, com itinerário longo, com mais de 40 quilômetros de trajeto, como Interbairros II (horário e anti-horário) e a Linha Direta Inter II (horário e anti-horário), que percorrem mais de 37 quilômetros a cada viagem. Por dia útil, o Interbairros II transporta 44 mil passageiros e a Linha Direta Inter II, 64 mil.

Uma frota de 115 veículos dessas dez linhas passarão diariamente sobre a trincheira. Juntos, eles percorrem 23 mil quilômetros por dia. Todas as linhas de ônibus são monitoradas através do Centro de Controle Operacional e nos próximos dias a Urbs poderá realizar intervenções com adequação dos tempos de viagem das linhas, conforme detalhado em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta