Paes coloca nome de Jaime Lerner no Terminal Alvorada do BRT Rio

Jaime Lerner em corredor na cidade de Curitiba

Arquiteto e urbanista, que é considerado “pai” deste tipo de sistema de transportes, morreu ontem em Curitiba

ADAMO BAZANI

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, publicou nesta sexta-feira, 28 de maio de 2021, decreto pelo qual dá o nome do arquiteto e urbanista Jaime Lerner ao Terminal Alvorada do BRT (Bus Rapid Transit).

Com isso, o equipamento passa a ser denominado Terminal Alvorada – Arquiteto Jaime Lerner.

O decreto já está em vigor.

Na justificativa, Paes cita  parte do histórico de Lerner, que é considerado o “pai do BRT no Brasil” para a mobilidade urbana e a contribuição o profissional para a mobilidade do Rio de Janeiro.

CONSIDERANDO a sua preocupação em melhorar a mobilidade urbana, solucionada com a adoção de sistema de ônibus trafegando em canaletas exclusivas e terminais integrados em 1974;CONSIDERANDO os seus estudos urbanísticos e de mobilidade elaborados para a Cidade do Rio de Janeiro nos anos 80 e sua decisiva contribuição para o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano Integrado da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, finalizado em 2018

Como mostrou o Diário do Transporte, o ex-governador do Paraná e ex-prefeito de Curitiba por três mandatos, Jaime Lerner, morreu na quinta feira, 27 de maio de 2021, aos 83 anos de idade devido complicações de saúde renal depois de ser internado por apresentar febre.

Como prefeito de Curitiba por três vezes, Lerner, ganhou notoriedade internacional pelo seu projeto de planejamento urbano e transporte integrado de Curitiba, inclusive com o BRT no município que possui vias exclusivas para seu tráfego e terminais com integrações, o que aumentou a fluidez dos ônibus.

O sistema de vias exclusivas para o transporte coletivo em Curitiba passou a operar em 1974.

Veja o histórico neste link:

https://diariodotransporte.com.br/2021/05/27/jaime-lerner-conhecido-como-pai-do-brt-morre-e-deixa-legado-seguido-por-diversos-paises/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta