Rodoviários da empresa Monte Cristo realizam greve de ônibus em Belém (PA)

Trabalhadores reivindicam pagamento de salários, férias e ticket atrasados. Foto: Divulgação.

Paralisação teve início nesta terça (25)

JESSICA MARQUES

Os trabalhadores da empresa Monte Cristo realizam uma greve de ônibus em Belém, no Pará. O movimento grevista teve início nesta terça-feira, 25 de maio de 2021.

A reivindicação dos rodoviários é o pagamento de salários, férias e ticket, que segundo a categoria estão atrasados.

Segundo os trabalhadores, a adesão à paralisação é de 100% desde às 5h. Assim, os passageiros estão sem transporte coletivo desde o início do dia.

Ainda segundo a categoria, em abril houve uma paralisação e a empresa se comprometeu a pagar o ticket atrasado. Contudo, a promessa foi descumprida e a empresa alegou dificuldades financeiras.

Relembre:

Rodoviários da empresa Monte Cristo iniciam greve em Belém

OUTRO LADO

Em nota à mídia local, o Setransbel (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belém) informou que realizou uma reunião com os rodoviários na tarde de segunda (24).

Na ocasião, o Setransbel aceitou parcialmente a proposta do laboral de acordar as cláusulas da convenção coletiva por 12 meses e informou suspender negociações salariais por seis meses, prazo no qual as empresas esperam que os efeitos da pandemia de covid-19 sejam amenizados.

De acordo com o Setransbel, as clausulas econômicas e sociais vigentes estariam asseguradas aos profissionais, mas não houve acordo e uma nova reunião está agendada para ocorrer na quarta-feira, 26.

O sindicato afirma ainda que “o setor enfrenta a maior crise de sua história, os custos só aumentam, a exemplo do diesel que está 25% mais caro. Além disso, a quantidade de passageiros transportados estaria a 65% do normal, além de a tarifa em Belém estar defasada há 24 meses”.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta