Empresas de ônibus de Uberlândia (MG) reforçam sanitização dos veículos do transporte coletivo

Pulverização é realizada nos bancos, balaústres, catraca e piso. Foto: Divulgação.

Limpeza é feita com solução de quaternário de amônia 5º geração

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de Uberlândia, em Minas Gerais, informou que as empresas de ônibus reforçaram a sanitização dos veículos do transporte coletivo, em combate à pandemia de covid-19.

O poder público solicitou a intensificação às empresas prestadoras do serviço. Assim, agora os ônibus passam, no mínimo, por dois processos de sanitização entre as 7h e as 19h. Além disso, todos os ônibus já saem higienizados no início da operação.

Segundo a Prefeitura, nesta ação de limpeza diária dos ônibus, é aplicada uma solução de quaternário de amônia 5º geração com o pulverizador em bancos, balaústres, catraca e piso.

“O quaternário de amônia não é tóxico à saúde humana, não causa manchas nem corrói as superfícies. Todo o processo é realizado pelas três empresas prestadoras do serviço em Uberlândia: São Miguel, Autotrans e Sorriso de Minas”, detalhou a administração municipal.

De acordo com a Ubertrans (Associação das Empresas Delegatárias do Serviço Público de Transporte Coletivo de Passageiros por Ônibus do Município de Uberlândia), cerca de 50 profissionais foram delegados para o serviço de higienização dos veículos.

“Determinamos que essa higienização seja realizada ainda com mais frequência para garantir a segurança de todos que utilizam o serviço. Para isso, foram organizadas equipes de limpezas em todos os terminais. Deste modo, no entrepico, a sanitização ocorrerá quando os veículos estiverem no pátio de estocagem e, em determinados momentos, haverá também a limpeza do veículo que estiver em operação, quando estiver na plataforma”, disse o secretário municipal de Trânsito e Transportes, Divonei Gonçalves, em nota.

TERMINAIS

Paralelo ao trabalho de sanitização dos veículos, a Prefeitura de Uberlândia informou que continua realizando a limpeza dos terminais na cidade.

Nos terminais Santa Luzia, Umuarama, Planalto e Industrial, o serviço é realizado pelos funcionários da Comtec (Companhia de Administração de Terminais Urbanos e Centros Comerciais), responsável pelos equipamentos. Por fim, a higienização nos terminais Novo Mundo e Dona Zulmira e estações é realizada por empresa terceirizada pelo município.

 “Seguimos com este trabalho que também é realizado diariamente nos terminais e estações, onde os servidores realizam a limpeza dos bancos, corrimões, bebedouros, entre outras estruturas que estão constantemente em contato com os usuários. Mas, para um resultado mais efetivo, precisamos da ajuda da população, que respeitem as regras usando máscaras e álcool em gel, disponíveis em todos os ônibus”, finalizou o secretário.

Para dúvidas e sugestões, a população pode entrar em contato pelo Sistema de Informação Municipal (SIM) pelo telefone 3239-2800, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h ou abrir uma solicitação pelo Fale com o Governo no portal da Prefeitura.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marcos Borges disse:

    Aí sim. é higienização mesmo.Os ônibus daqui de SP deveriam ser limpos assim.E não em alguns pontos finais um funcionário entra no ônibus(Quando todo mundo desembarca inclusive motorista e cobrador)com.um borrifador com.alcool.ele pega bortifa os ferros que o pessoal que vai em pé segura,ferros das cadeiras enfim com.esse álcool.numa flanelinha ele vai passando no veículo. Pra mim isso não resolve o problema(essa forma de limpeza poderia ser só mais pra conservar os locais limpos.).Forma mais correta é essa feita em Uberlândia. Parabéns a quem.teve essa boa ideia e parabéns as empresas que estão fazendo esse serviço. Prefeitura de SP, HIGIENIZAÇÃO é mais ou menos ASSIM tá?

Deixe uma resposta