Rede composta por 20 cidades de São Paulo apoia projetos de segurança viária

Santo André está entre os municípios que se comprometem a implementar ações, estratégias ou projetos de segurança viária, com foco em gestão de velocidades por meio do redesenho da infraestrutura urbana. Foto: Angelo Baima / PSA.

Foco da iniciativa é reduzir número de mortes no trânsito

JESSICA MARQUES

A Rede Ruas Completas SP, composta por 20 cidades de São Paulo, foi criada para projetos de segurança viária. O anúncio da lista de cidades que integram a iniciativa foi divulgada na última semana durante reunião do Fórum Paulista de Secretários e Dirigentes Públicos de Mobilidade Urbana.

No ABC Paulista, Santo André, Diadema e Ribeirão Pires fazem parte desta rede. Francisco Morato e Guarulhos também integram a iniciativa.

No interior, as cidades são Araraquara, Bauru, Bebedouro, Campinas, Campos do Jordão, Capão Bonito, Catanduva, Jacareí, Jundiaí, Limeira, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto e São José dos Campos.

O grupo é liderado pela WRI Brasil, Vital Strategies, Frente Nacional de Prefeitos, Instituto Cordial e Respeito à Vida (Detran-SP).

O objetivo da rede é oferecer apoio técnico a projetos, ações e estratégias de segurança viária destas 20 cidades do Estado de São Paulo durante cinco anos.

Para entrarem na rede, as 20 cidades se comprometem a implementar ações, estratégias ou projetos de segurança viária, com foco em gestão de velocidades por meio do redesenho da infraestrutura urbana.

A ação foi anunciada em meio ao Maio Amarelo, mês que chama atenção para ações pela segurança no trânsito em todo o mundo. Além disso, 2021 marca o início da Segunda Década de Ação pela Segurança no Trânsito da ONU, cuja meta é a redução de, pelo menos, 50% de lesões e mortes no trânsito no mundo inteiro.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta