Prefeitura do Rio de Janeiro já gastou mais de R$ 10 milhões com intervenção no BRT

BRT também terá programa de segurança para punir pessoas que dão calote e depredam os veículos e as estações. Foto: Divulgação.

Segundo a Comissão de Transportes, 46 estações começam a ser reforçadas em junho

JESSICA MARQUES

A Prefeitura do Rio de Janeiro já gastou mais de R$ 10 milhões com intervenção no BRT (Bus Rapid Transit – Ônibus de Trânsito Rápido). Para a intervenção, que teve início em março deste ano, os vereadores aprovaram o gasto de R$ 130 milhões.

Nesta quinta-feira, 13 de maio de 2021, a Comissão de Transportes anunciou que 46 estações do BRT começarão a ser reformadas em junho.

Neste caso, foram destinados R$ 2,5 milhões para os trabalhos. A previsão de entrega é de quatro estações por semana.

Outra novidade é que o Programa de Segurança do BRT será implementado também a partir do mês que vem. Neste caso, o objetivo é punir pessoas que dão calote e depredam os veículos e as estações.

As informações sobre o BRT Rio foram divulgadas pelo vice-presidente da Comissão de Transportes, Felipe Michel, após reunião com a interventora da concessionária, Cláudia Secin.

Em abril, a Prefeitura autorizou a liberação de mais R$ 5,8 milhões para a intervenção no BRT.

Relembre:

Paes remaneja mais R$ 5,8 milhões para intervenção no BRT Rio

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta