Louveira (SP) terá passagens de ônibus a R$ 2 e gratuidade aos fins de semana

Prefeitura vai pagar R$ 460 mil em subsídios ao longo de 2021 e R$ 612 mil nos anos seguintes. Foto: Divulgação.

Projeto que autoriza a Prefeitura a subsidiar parte do valor das passagens foi aprovado pela Câmara

JESSICA MARQUES

O transporte coletivo de Louveira, no interior de São Paulo, terá passagens de ônibus a R$ 2 de segunda a sexta-feira, além de gratuidade aos fins de semana. Além disso, idosos e pessoas com deficiência terão isenção total da tarifa em todos os dias da semana.

Os vereadores aprovaram na noite desta terça-feira, 11 de maio de 2021, o Projeto de Lei nº 15/2021 de autoria do Poder Executivo, que prevê a medida, por meio de subsídios pagos pela Prefeitura.

Com a aprovação dos parlamentares, a Lei segue para sanção do prefeito Estanislau Steck e deve entrar em vigor na próxima semana, conforme previsão da Prefeitura.

Com a redução da tarifa, a utilização do transporte público em Louveira vai ficar 52% mais barata.

APENAS NO CARTÃO

Para ter a isenção ou pagar a tarifa menor, os moradores de Louveira terão que possuir o cartão de recarga do município, que deve ser adquirido no posto de atendimento da West Side, localizado na Rua Antônio Chicalhone nº 51, no bairro Santo Antônio.

Para a confecção do cartão é preciso realizar uma recarga mínima de R$ 20 e as próximas recargas podem ser feitas no mesmo local com valores a partir de R$ 10. O horário de atendimento é das 7h30 às 12h e das 13h às 17h.

SUBSÍDIOS

Para garantir a redução do valor da passagem, a Prefeitura de Louveira prevê um investimento de aproximadamente R$ 50 mil por mês, totalizando uma despesa anual de cerca de R$ 460 mil em 2021 (a contar do mês de maio) e R$ 612 mil nos anos seguintes.

“Ao diminuir o valor da tarifa cobrada aos usuários do sistema, a Prefeitura de Louveira tem como meta incentivar a utilização do transporte público, atendendo os princípios, diretrizes e objetivos da Política Nacional de Mobilidade Urbana, a Lei 12.587/2012”, detalhou a Prefeitura, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta