Greve na empresa de ônibus São Miguel entra no terceiro dia em Uberlândia

Foto: Pérola Freitas / Ônibus Brasil

Trabalhadores permanecem paralisados em protesto contra atraso no pagamento de salários. Outras duas empresas que atendem transporte na cidade operam normalmente

ALEXANDRE PELEGI

Nesta quarta-feira, 12 de maio de 2021, os trabalhadores da empresa São Miguel, uma das concessionárias do transporte coletivo de Uberlândia, em Minas Gerais, continuam em greve.

O motivo do protesto é o atraso no pagamento dos salários.

Essa é a terceira vez que os trabalhadores da empresa de ônibus decretam greve por este motivo apenas neste ano.

De acordo com informações do Sindicato dos Trabalhadores no Transporte Coletivo Urbano de Passageiros de Uberlândia (Sinttrurb) 48 ônibus da empresa estariam operando na cidade.

A greve foi desencadeada na segunda-feira (10) após a São Miguel ter comunicado ao Sinttrub, na sexta-feira (07), que não tinha dinheiro para pagar os salários de abril de seus funcionários.

O vale alimentação, que deveria ser pago nessa segunda, também seguem em aberto.

O Sinttrurb informou ainda que a São Miguel comunicou que espera novo aporte da Prefeitura de Uberlândia para quitar os salários de seus colabores, o que ela espera acontecer ainda hoje.

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) de Uberlândia notificou a São Miguel para que restabeleça o serviço. Ao mesmo tempo, solicitou apoio às outras duas empresas que atendem o transporte municipal para que auxiliem no atendimento de algumas linhas da São Miguel.

São três as empresas que operam o transporte coletivo de Uberlândia: Cidade Sorriso, AUTOTRANS (Turilessa), e a São Miguel.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta