Mauá decreta comércio aberto até às 22h e mantém sugestão de escalonamento para evitar ônibus mais lotados

Ônibus municipal em Mauá (SP)

Permissão passa em uma hora o determinado pelo Governo do Estado

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Mauá, no ABC Paulista, publicou decreto incluindo a cidade em nova etapa da fase de transição do plano contra a covid-19.

As regras da cidade ficaram um pouco mais flexíveis que as do Governo do Estado quanto aos horários.

De acordo com o decreto assinado pelo prefeito Marcelo Oliveira, podem funcionar até o dia 23 de maio de 2021 das 06h às 22h com 30% de ocupação atividades como lojas de rua, shoppings, restaurantes, salões de beleza, barbearias, centros e clínicas de estética, atividades culturais (museus, teatro, cinema e galeria), academias, entre outras.

Como mostrou o Diário do Transporte, nesta sexta-feira, 07 de maio de 2021, o governador João Doria prorrogou a fase até o dia 23 de maio com algumas flexibilizações, como a autorização das atividades econômicas em funcionamento abrirem das 6h às 21h, com 30% de ocupação, portanto, uma hora a menos do que está no decreto de Marcelo Oliveira.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/05/07/gestao-doria-prorroga-por-mais-duas-semanas-fase-de-transicao-com-comercio-e-servicos-ampliados/

O decreto de Mauá mantém a recomendação de escalonamento de entrada e saída dos trabalhadores para não superlotar os ônibus urbanos, o que tem sido queixa dos passageiros nos horários de pico.

– entre 5 horas e 7 horas, para o setor industrial;

– entre 7 horas e 9 horas, para o setor de serviços;

– entre 9 horas e 11 horas, para o setor de comércio.

Veja o decreto na íntegra:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta