Diário no Sul

Rodoviários fazem paralisação total do transporte coletivo em Ponta Grossa (PR)

Foto: Emerson Dorneles / Ônibus Brasil

Nenhum ônibus saiu às ruas após decisão judicial sobre bloqueio dos recursos da VCG; solicitação foi indeferida pela Justiça nessa quinta-feira (6)

ALEXANDRE PELEGI

Registrando greve desde 5 de abril, o sistema de transportes urbanos de Ponta Grossa (PR) amanheceu nesta sexta-feira, 07 de maio de 2021, totalmente paralisado.

Apesar da greve, os ônibus estavam circulando com metade da frota, mas hoje nenhum veículo saiu às ruas.

A paralisação geral dos serviços foi por causa da decisão da justiça, que na quinta-feira (6) indeferiu o pedido de liberação dos recursos da Viação Campos Gerais (VCG) para quitar os salários atrasados, motivo principal do protesto.

Na segunda-feira, 03 de maio, o Sintropas-PG, que representa os profissionais, havia dado entrada com o pedido na Justiça Trabalhista para que fosse determinado à VCG que anexasse aos autos, de maneira urgente, os holerites de todos os funcionários, com a respectiva conta salário de pagamento, para que o judiciário pudesse cobrar a transferência dos valores bloqueados da companhia aos trabalhadores.

Como mostrou o Diário do Transporte, no dia 28 de abril, a Justiça decidiu pelo bloqueio de bens da VCG para pagar os salários atrasados. Na mesma data, foi realizada uma paralisação geral da categoria. Até essa quinta (06) apenas 50% da frota estava em operação.

Relembre:

Ponta Grossa fica sem ônibus da VGC no fim de tarde e parte da noite desta quarta (28)

A empresa de ônibus relata dificuldades financeiras agravadas pela pandemia de covid-19, que impactou na demanda de passageiros.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta