Motoristas e cobradores de ônibus do Rio com 52 anos ou mais serão vacinados até sábado (08)

Ônibus urbano no Rio de Janeiro

ADAMO BAZANI

A prefeitura do Rio de Janeiro anunciou neste sábado, 01º de maio de 2021, que vai antecipar o cronograma de vacinação de grupos prioritários quanto à idade.

Segundo a administração municipal, com a chegada de novas remessas da vacina AstraZeneca, será possível vacinar pessoas dos grupos prioritários com 52 anos ou mais até o próximo dia 08 de maio (sábado).

A antecipação vai beneficiar os grupos prioritários que já estão sendo vacinados, porém, até agora a imunização era somente para quem tem 59 anos ou mais.

Isso inclui pessoas com comorbidades e categorias profissionais, como da Segurança Pública e motoristas e cobradores de ônibus.

De acordo com a prefeitura, por meio de nora, “quem fizer parte dos grupos prioritários deve obedecer ao escalonamento de faixa etária definido no novo calendário e comparecer ao posto de vacinação na data estipulada para sua idade e gênero, sendo mulheres pela manhã (8h às 13h) e homens à tarde (13h às 17h). É preciso ficar atento às regras específicas para cada grupo.”

Confira os grupos prioritários e as condições para vacinação de cada um, segundo a prefeitura:

Trabalhadores da educação

O município já havia iniciado a vacinação para parte dos profissionais na ativa da Ensino básico público. A partir de agora, a vacinação é para todos profissionais da educação, seja rede pública ou privada e também para o ensino superior, seguindo o escalonamento de idade e gênero proposto pelo calendário. A pessoa que faz parte desse grupo deve apresentar obrigatoriamente o documento oficial com foto e o último contracheque ou declaração das instituição educacional em que trabalha (a declaração ficará retida na unidade de saúde).

Pessoas com comorbidades

Pessoas com comorbidades listadas no Programa Nacional de Imunizações, e que podem ser consultadas em coronavirus.rio/comorbidades. A pessoa precisa apresentar laudo médico ou outro documento que comprove a comorbidade e condições incluídas na lista do PNI, como exames, receitas, relatório médico, prescrição médica etc. Deve comparecer ao posto de vacinação no dia destinado a sua idade e gênero.

Pessoas com deficiência

Pessoas com deficiência permanente: deficiência física; auditiva; intelectual; psicossocial (mental); visual; múltipla (associação de duas ou mais deficiências); transtorno do espectro autista. O comparecimento ao posto de vacinação deve respeitar a idade e gênero.

Trabalhadores de serviços essenciais

Estão incluídos no novo calendário os trabalhadores dos seguintes serviços: limpeza urbana, guardas municipais, motoristas e cobradores de ônibus e condutores do transporte escolar. Trabalhadores da saúde, que não são da área assistencial, mas atuam em hospitais, clínicas e outras unidades e que ainda não foram vacinados.

Os profissionais devem estar na ativa e apresentar os três últimos contracheques comprovando vínculo com a profissão e local de trabalho, ou declaração assinada do estabelecimento em que atuam, que ficará retida na unidade de saúde. O comparecimento ao posto de vacinação deve respeitar o escalonamento de idade e gênero.

Forças de segurança

Policiais civis e militares, bombeiros e agentes penitenciários serão vacinados em seus locais de trabalho.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta