City Transporte instala revestimento anti-covid-19 em sete ônibus de Sorocaba

Veículos começaram a operar neste sábado (01º) e, segundo, a prefeitura, também são equipados com ar-condicionado, sistema de internet sem fio e acessos USB para carregar celulares e outros aparelhos eletrônicos

ADAMO BAZANI

Começaram a circular neste sábado, 01º de maio de 2021, sete ônibus em Sorocaba, no interior paulista, que possuem revestimento contra a covid-19 em bancos, balaústres, corrimãos e catracas.

A informação é da Urbes, empresa da prefeitura que gerencia os transportes.

Os veículos também são equipados com ar-condicionado, sistema de internet sem fio e acessos USB para carregar celulares e outros aparelhos eletrônicos.

Os ônibus são da empresa City Transporte Urbano que opera o lote 02 e vão circular em linhas que atendem as regiões Oeste e Leste da cidade, como Novo Mundo, Jardim Tatiana, Vila Jardini, Aparecidinha e Policlínica.

Já estão circulando desde 26 de janeiro de 2021, outros quatro ônibus com a tecnologia nas linhas que atendem aos bairros Carandá, Júlio de Mesquita Filho, Éden e Parque São Bento, pelo Consor (Consórcio Sorocaba – formado por MobiBrasil e CS Brasil/Júlio Simões).

O revestimento trata-se de um tecido com fios de poliamida combinados com outros compostos químicos que impedem microorganismos de se alojarem nas peças. O material consegue inativar o vírus responsável pela Covid-19, em até um minuto, segundo a prefeitura.

A Urbes informou, em nota, que a instalação do revestimento não vai gerar custos à cidade e é uma parceria com a fabricante ChromaLíquido Soluções Tecnológicas.

“É uma parceria que está dando certo e a intenção é equipar mais ônibus da frota com essa tecnologia inovadora. Trata-se de uma proteção adicional à saúde e segurança dos passageiros e motoristas, além do fato de todos os ônibus, diariamente, passarem por uma completa descontaminação quando saem das garagens e ainda por higienização entre os trajetos”, disse o diretor-presidente da Urbes, Luiz Carlos Siqueira Franchim, na nota.

Na mesma nota, o diretor de Relações Institucionais da ChromaLíquido, Ricardo Bastos, disse que a empresa trabalha com as duas concessionárias de Sorocaba, Consor e a City, e que a resistência física do produto e a eficiência antibacteriana e antiviral do revestimento tiveram certificações de agências técnicas, como a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), da Universidade de São Paulo (USP).

“Apesar da adoção de medidas adicionais para evitar o contágio da Covid-19 no transporte público, a Urbes orienta que os hábitos de higiene pessoal, como o uso de máscara e álcool em gel, continuam sendo fundamentais no dia a dia para todo munícipe”. – concluiu a nota da Urbs.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marcos Aparecido Marcelo disse:

    Sou motorista de caminhão
    Por que e muito difícil entrar no transporte de ônibus eu queria muito ter uma oportunidade de trabalhar na área de transporte urbano

  2. Lúcia disse:

    Olha sou usuária semanalmente vou e volto do trabalho no brt lotadissimo de pé segurando nos pagadores ensebados.

Deixe uma resposta