Rodízio Municipal de Veículos das 20h às 05h continua na prorrogação da fase de transição até 09 de maio em São Paulo

Caminhões permanecem com rodízio das 7h às 10h e das 17h às 20h; Regras da Zona Azul e dos ônibus fretados estão mantidas

ADAMO BAZANI

O rodízio municipal de veículos das 20h às 05h, somente para carros na capital paulista, continua na prorrogação da fase de transição do Plano São Paulo contra a covid-19.

A terceira etapa vai de 01º a 09 de maio com horário maior de funcionamento de atividades não essenciais: das 06h às 20h.

O rodízio noturno que começou em 15 de março, quando foi instituída a fase emergencial (a mais restritiva até agora), tem dois objetivos principais: acompanhar o toque de recolher instituído pelo Governo do Estado das 20h às 05h e permitir com que mais pessoas se desloquem de carro, resultando assim em menor lotação dos ônibus, trens e metrô.

SÓ PARA CARROS:

O motorista deve estar atento porque o rodízio municipal de veículos na parte da noite/madrugada só vale para carros e segue o mesmo esquema de dias de acordo com o final da placa.

Final de placa – dia da semana

1 e 2 – das 20h de segunda-feira às 5h de terça

3 e 4 – das 20h de terça-feira às 5h de quarta

5 e 6 – das 20h de quarta-feira às 5h de quinta

7 e 8 – das 20h de quinta-feira às 5h de sexta

9 e 0 – das 20h de sexta-feira às 5h de sábado

Assim, segue suspenso o funcionamento do rodízio para carros em seu horário tradicional: das 7h às 10h e das 17h às 20h.

ÁREA DE RESTRIÇÃO:

Durante o rodízio, os veículos ficam impedidos de circular no Centro Expandido, incluindo as vias que delimitam o chamado Mini Anel Viário, formado pelas marginais Tietê e Pinheiros, avenidas dos Bandeirantes e Afonso D’Escragnolle Taunay, Complexo Viário Maria Maluf, avenidas Tancredo Neves e Juntas Provisórias, Viaduto Grande São Paulo e avenidas Professor Luís Inácio de Anhaia Melo e Salim Farah Maluf.

MULTA E PONTOS:

Transitar em locais e horários não permitidos pela regulamentação prevista no Código de Trânsito Brasileiro implica em infração de trânsito de nível médio, resultando em multa no valor de R$ 130,16 e acréscimo de quatro pontos no prontuário do motorista.

ZONA AZUL:

As regras da Zona Azul continuam normalmente, com o motorista devendo seguir a sinalização de cada local.

CAMINHÕES:

Para os caminhões, é mantido o horário normal do rodízio das 7h às 10h e das 17h às 20h e o esquema de placas de acordo com o dia é o mesmo.

A Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) também é mantida.

ÔNIBUS E VANS DE FRETAMENTO:

De acordo com a CET, a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF) também não terá alterações, sendo mantidos os limites de circulação para ônibus e vans de fretamento.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Frrnando disse:

    Eu gostaria de saber qual foi o gênio que fez um rodízio desse, diversos funcionários da saúde não pode usar os seus carros devido a esse rodízio que não afeta a grande parte da população. E não deixaram nem a abertura igual da outra vez para os funcionários da saúde se cadastrarem. Eu trabalho em um horário que sai depois da meia noite e como faço?? Quem tem o prejuízo??

  2. Claudio disse:

    Absurdo continuar com esse rodízio noturno
    Pôr exemplo trabalhadores e estudante noturno fica refém da criminalidade fato!

Deixe uma resposta