SPTrans e SPUrbanuss conseguem determinação de frota mínima e reunião no Palácio dos Bandeirantes tenta evitar greve

Trabalhadores de transportes querem vacinação contra covid-19

ADAMO BAZANI

As empresas de ônibus da cidade de São Paulo, representadas pelo SPUrbanuss, obtiveram na Justiça Trabalhista, e a SPTrans (São Paulo Transprorte) conseguirarm cada uma decisões judiciais que determinam frota de 85% das escalas em operação das 06h às 09h e das 16h às 20h nesta terça-feira, 20 de abril de 2021, caso seja confirmada uma greve de motoristas e cobradores .

Nos demais horários, a frota mínima deve ser de 70%.

As multas contra o Sindmotoristas em caso de descumprimento é de R$ 200 mil por dia em cada decisão.

Os trabalhadores em transportes sobre pneus cobram um cronograma de vacinação contra a covid-19, assim como foi anunciado para funcionários do Metrô e CPTM.

Representantes de diversas categorias ligadas aos transportes e o Governo do Estado fazem uma reunião para discutir o tema numa tentativa de evitar a greve de ônibus.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Reinaldo Rodrigues disse:

    Motoristas e cobradores são linha de frente devem ser vacinados com prioridade sim

Deixe uma resposta