Diário no Sul

ANTT participa da Semana Mundial da Saúde em Santa Catarina

Ações foram promovidas por diversas unidades do SEST SENAT no estado. Foto: Divulgação.

Atividades foram realizadas de 05 a 09 de abril

JESSICA MARQUES

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) participou de ações de responsabilidade social e educação no transporte na “Semana Mundial da Saúde”, promovidas por diversas unidades do SEST SENAT no estado de Santa Catarina. As atividades foram realizadas de 05 a 09 de abril. Na ocasião, foram distribuídos também kits com álcool em gel, máscaras, luvas, lanches e brindes.

A agência detalhou que a campanha deste ano focou na saúde dos profissionais que atuam no transporte de cargas e de passageiros, reforçando todos os cuidados sanitários necessários para a prevenção ao contágio pela covid-19 no dia a dia e nas estradas, por meio de abordagens com palestras e conversas, que atingiram 1.653 caminhoneiros e motoristas de ônibus.

Com o tema “Todo herói precisa de cuidado”, as ações foram realizadas na BR 101 nos Postos de Pesagem de Veículos da ANTT em Garuva e Itapema, no posto Rudnick em Joinville, na BR 116 em Mafra e na SC 418 em Campo Alegre.

As ações integradas envolveram a ANTT, que esteve presente com oito fiscais em diversas ações simultâneas ao longo da semana em cinco municípios. Também participaram o SEST SENAT – Unidades de Itajaí, Joinville, Rio Negrinho e Três Barras, a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Polícia Militar Rodoviária de Santa Catarina (PMRv-SC) e as concessionárias Arteris Litoral Sul e Planalto Sul.

Os agentes da ANTT estiveram nas ações em Garuva, Itapema, Joinville, Mafra e Campo Alegre ao longo de toda a semana, reforçando as orientações aos motoristas, tirando dúvidas sobre os cuidados para o combate à pandemia. Também foram passadas orientações relativas ao transporte rodoviário de cargas, especialmente quanto ao RNTRC Digital e ao Piso Mínimo de Frete.

Além disso, segundo a ANTT, foram prestados esclarecimentos sobre o transporte interestadual de passageiros, onde as principais dúvidas dos usuários e motoristas foram relacionadas à legislação vigente, às alterações decorrentes da pandemia, aos procedimentos de cadastramento de veículos de fretamento e à prevenção de acidentes.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta