ÁUDIO: Rio de Janeiro flexibiliza regras contra covid-19 e amplia intervalo de escalonamento para não aglomerar ônibus, trens e metrô

Horários de escalonamento apresentados na coletiva

Haverá um período de duas entre os horários de entrada dos órgãos de administração, atividades comercias e de prestação de serviços

ADAMO BAZANI
Colaborou Willian Moreira

O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, anunciou na manhã desta sexta-feira, 09 de abril de 2021, novas regras de restrições à circulação de pessoas e ao funcionamento de atividades econômicas que são menos severas em relação às que estavam sendo praticadas nos últimos dias.

Entre as normas estão novos horários de escalonamento da entrada de trabalhadores, que passam a ter um intervalo de duas horas entre os tipos de atividades.

Na coletiva, Paes disse que o período maior foi elaborado para evitar as aglomerações nos  ônibus, trens e metrô.

Já havia escalonamento, mas ainda era registrado excesso de lotação nos transportes públicos.

 “Só o escalonamento que mudou um pouco mais, em relação ao anterior a gente tem horários mais separados entre os diferentes tipos de atividades econômicas, então isso aumentou um pouco mais, o que a gente pedia que é a pressão sobre o transporte público que ainda estava muito grande e ainda está muito grande.”

Ouça:

De acordo com a apresentação, os órgãos não essenciais da administração pública vão funcionar das 8h às 17h. Já as atividades comerciais vão abrir das 10h às 18h. Estabelecimentos de prestação de serviços operam entre 12h e 21h.

Na coletiva, Paes admitiu que o transporte coletivo tem sido um dos grandes desafios para reduzir as aglomerações.

Como mostrou o Diário do Transporte, o prefeito comentou que além do escalonamento, o sistema de BRT do Rio de Janeiro passará a contar na segunda-feira (12) com mais três diretões (serviços emergenciais).

– SE 003 – Magarça x Alvorada (Direto) – BRT TRANSOESTE

– SE 004 – Pingo D’Água x Alvorada (Direto) – BRT TRANSOESTE

SE 005 – Mato Alto x Alvorada (Direto) – BRT TRANSOESTE

Veja os detalhes neste link:

https://diariodotransporte.com.br/2021/04/09/audio-prefeitura-do-rio-cria-mais-linhas-de-diretao-para-o-brt-transoeste-e-paes-fala-em-mais-onibus-para-o-brt-transcarioca/

Eduardo Paes disse que além de reforçar o BRT Transoeste, os diretões vão permitir que seja liberada uma frota maior para o BRT Transcarioca.

“A gente sabe da dificuldade que a gente enfrenta. A gente anunciou na quarta-feira um conjunto de medidas especialmente em relação ao BRT. Já na segunda-feira, o Rapidão, o Diretão desculpa que criamos em Santa Cruz vão funcionar em outras estações da Transoeste, Pingo D’Agua, Magarça e Mato Alto. Nós vamos botar agora não lembro o número de ônibus, então a gente busca diminuir, isso vai melhorar muito esse movimento da Transoeste e ao mesmo tempo vai disponibilizar mais ônibus de BRT para a Transcarioca principalmente. Então eu acredito que isso possa minimizar, agora a gente tem de fato um problema concreto nos transportes e não é repito o que venho dizendo desde o início, não é de fato solução escalonamento, intervenção no BRT, aumento da oferta de transportes é o esforço que nós estamos fazendo para diminuir esse impacto no transporte público.”

Ouça:

REGRAS:

– O estacionamento ao longo da Orla continua proibido, a não ser para moradores, hóspedes de hotel e pessoas com deficiência;

– Ônibus e vans de fretamento estão proibidos nas modalidades de turismo, eventual e colaborativo; está liberado o fretamento para trabalhadores e hotelaria;

– Bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques da orla voltam a ter atendimento presencial, com a permissão de consumo apenas para pessoas sentadas até às 21h.

– Museus, galerias, cinemas, circos, aquários e zoológicos podem receber visita entre 12h e 21h.

– Clubes sociais e esportivos funcionam até 21h.

– Festas e eventos, boates, feiras, atividades em parques e cachoeiras continuam proibidas

– Atividades econômicas nas areias das praias, como comércio ambulante estão vetadas ainda. Paes disse que deve renovar a ajuda para estes profissionais com mais R$ 500

– Permanência em qualquer lugar público continua proibida das 23h às 05h.

Segundo a equipe de saúde da prefeitura, as medidas mais flexíveis, mesmo sendo ainda duras, se justificam porque a taxa de contágio tem sido reduzida.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta