Nos últimos 15 dias, 406 mil pessoas deixaram de usar ônibus em Santo André (SP), segundo o prefeito

Paulo Serra em live na noite desta segunda (05). Foto: Reprodução.

No período, também foram registrados 31 mil veículos particulares a menos nas ruas, uma queda de 16% de circulação

JESSICA MARQUES

Nos últimos 15 dias, 406 mil pessoas deixaram de usar ônibus em Santo André, no ABC Paulista. O balanço foi divulgado pelo prefeito Paulo Serra na noite desta segunda-feira, 05 de abril de 2021, durante live nas redes sociais.

“É número, é catraca do ônibus, não é projeção ou estimativa, é real”, disse o prefeito, durante a transmissão ao vivo.

O prefeito afirmou ainda que apenas 22% dos passageiros estão utilizando o transporte coletivo, em comparação com o período de antes das restrições de circulação, que foram implantadas no município após a fase emergencial do Plano São Paulo, determinada pelo governador João Doria.

“Se viajavam 100 passageiros, sem lockdown ou restrição de circulação, estão andando hoje 22%. Isso é menos gente em circulação, é preservar a vida das pessoas. Números claros que mostram que vai reduzir e já está reduzindo a quantidade de pessoas infectadas”, afirmou.

Também segundo o chefe do Executivo, no período, foram 31 mil veículos particulares a menos nas ruas, uma queda de 16% de circulação nos nossos principais corredores. Serra também relata que 1,54 milhão de pessoas deixaram de se deslocar desde o dia 27 de fevereiro.

“Ainda não colhemos os melhores frutos desse feriado que acabou agora no domingo, mas nós já começamos a colher os frutos do lockdown que nós começamos a implementar no dia 27 de fevereiro. Tínhamos 1.092 internados no dia 27 de março e agora temos 897, 20% a 30% de queda no número de internados. E nossa UTI, que chegou a 95% de ocupação, hoje está em 90%”, pontuou também o prefeito.

VACINAÇÃO

Ao ser questionado sobre a priorização de motoristas de ônibus para a vacinação contra covid-19, Serra esclareceu que não cabe à Prefeitura tomar esse tipo de decisão.

“Eu defendo motorista, frentista, funcionários de mercado. Já fizemos inclusive ofício para o Governo Federal pedindo algumas inclusões, mas essa determinação é federal, a vacina vem com manual de instrução e a gente tem que seguir”, explicou.

Confira a transmissão ao vivo, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Ana Paula Martins de Moura disse:

    E mesmo assim …tudo isso de infectados,vocês. O governador e você .Prefeito e um fracasso mesmo…o plano de vocês e matar a população, sem planejamento nenhum…colocou as pessoas dentro de casa e as contas meu caro continuam …o iptu tá la na minha casa,o prefeito gestor já mandou…é muita cara de pau

  2. Dorival Francisco Do Nascimento disse:

    Essa circulação menor é devido ao Desemprego em massa que o prefeito ocasionou ! Todo mundo desempregou 👎 quanto a circulação de veículos fica por conta do preço altíssimo dos combustíveis 👎 SÓ NO NOSSO!!!

  3. Claudio disse:

    Mentira, uso transporte público diariamente e não vi diminuição nenhuma, pelo ao contrário ônibus mais lotados com a diminuição das frotas, hipocrisia pura

  4. Michelle disse:

    Se realmente existiu uma diminuição é devido ao desemprego que este desgoverno covarde ocasionou, não vamos morrer de covid não Sr prefeito, vamos morrer de fome e depressão, tentei o suicídio ontem pq não temos mais o que comer, estão prestes a cortar nossa água e luz, mas você não está nem aí com a população não é mesmo? Afinal pode ficar em casa sem trabalhar por anos que nada vai te faltar né safado?

  5. Alexandre albino da Silva disse:

    Deixaram de usar porque vocês diminuíram 70%da frota e muitas pessoas estão indo a pé pra casa.
    Pra vocês vê que eles são burros ou oportunistas tirarão os ônibus das 22:00 hrs as 4:00 da manhã , mas os delivery vão até às 00:00 hrs certo, mas para os delivery funcionarem tem que ter funcionários nas cozinhas dos restaurantes, pizzarias, hambúrguerias etc. Aí eu pergunto como eles vão embora, vocês podem me explicar?

  6. Fernando Soares disse:

    Engraçado, eu pego ônibus todos os dias e estão do mesmo jeito LOTADOS. Gostaria de dar os parabéns a quem votou no Paulo Serra . Na primeira gestão dele fechou mais de 60% dos UPAS , agora está sendo marionete do Dória. Não temos um Prefeito e sim um funcionário do Dória na nossa Cidade.

  7. Erica Nalu De Oliveira Silva disse:

    E claro com o povo todo desempregado a prefeitura e todo o sistema publico parado nao tem ninguem pra recorrer a porcaria do emergencial q avalia a pessoa 1 vez na vida e nak sai nada pra ninguem q merda e essa quero ve se eles ficassem sem um tostao o povo precisa trabakha a prefeitura nak vai paga aluguel agua e luz de ninguem por acaso tao pensando o que bandk de ladroes hipocritas

  8. Josenilda de Brito Cardoso Ivan Cardoso disse:

    Lógico, o horario da AESA é desorganizado, você não consegue manter uma constancia no horario para pegar onibus, os motoristas passam a hora que bem entendem, o covid realmente reduz, mas por outro lado se o onibus passa de 40 em 40 minutos o jeito é pegar uber, ou apelar para outro meio, já que o transporte é precário.

  9. Valéria Penha Ferreira disse:

    Ônibus como sempre sujos, com poucos carros na linha sempre lotados, motorista mal educados, um descaso total! Aqui por exemplo onde eu moro são Poucos ônibus para os lugares necessários a cidade de Santo André Sou do segundo subdistrito, para variar somos esquecidos. É precário a situação dos ônibus aqui. Para lá do outro lado da cidade há um número enorme de ônibus para tudo quanto é lugar infelizmente temos que apelar para o Uber atende melhor, isso quando tem dinheiro para pagar, enfin é é lamentável!

  10. Roseni disse:

    Isso quer dizer que muitas pessoas estão deixando de trabalhar, que será que vai pagar a contas que chegam?? Iptu, luz , água etc. Isso é um absurdo privar s pessoas de ir e vir.

Deixe uma resposta