Eletromobilidade

BYD ADL vende 46 ônibus elétricos para a empresa Stagecoach, da Escócia

Ônibus de dois andares BYD ADL Enviro400EV. Foto: Divulgação.

Em parceria, ADL (Alexander Dennis Limited) e BYD UK formaram a principal fabricante de ônibus elétricos do Reino Unido

JESSICA MARQUES

A ADL (Alexander Dennis Limited) e a BYD UK venderam 46 ônibus 100% elétricos para a empresa Stagecoach, da Escócia. Juntas, as empresas formaram a principal fabricante de ônibus elétricos do Reino Unido, a BYD ADL.

O pedido de ônibus elétricos segue a concessão de financiamento do governo escocês por meio de uma segunda rodada do Programa de Ônibus de Ultra-Baixa Emissão Escocesa, que ajuda as empresas de ônibus a investirem em veículos elétricos e infraestrutura. O governo escocês estabeleceu uma meta para atingir zero emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2045, enquanto a Stagecoach anunciou recentemente que tem como objetivo uma frota de ônibus com emissões zero até 2035.

Segundo as fabricantes, a Stagecoach destinará 22 ônibus BYD ADL Enviro400EV de dois andares com comprimento de 10,8 m para os serviços da cidade de Aberdeen, 15 unidades do modelo BYD ADL Enviro200EV para Kilmarnock e nove ônibus semelhantes para Perth. Por sua vez, os ônibus de único andar com 10,9 m de comprimento irão para os serviços da cidade de Kilmarnock.

Usando a tecnologia de transmissão elétrica a bateria da BYD, a ADL montará os ônibus em sua fábrica em Falkirk. A empresa é uma subsidiária do fabricante líder global independente de ônibus NFI Group Inc., enquanto a BYD é líder global em baterias, gerenciamento de energia e mobilidade elétrica.

MOBILIDADE ELÉTRICA

“Este pedido substancial de novos ônibus elétricos dá continuidade ao histórico de forte investimento da Stagecoach em ônibus mais limpos. Estamos ansiosos para trabalhar em estreita colaboração com a Stagecoach para colocar esses novos ônibus nas estradas de Aberdeen, Perth e Kilmarnock”, afirmou Paul Davies, presidente e diretor administrativo da ADL. “Esses ônibus com emissão zero serão produzidos em nossa fábrica em Falkirk. Está é uma ótima notícia para a Escócia, já que este investimento está sendo aplicado na economia local, permitindo que os benefícios sejam sentidos em nossas comunidades, ajudando a sustentar empregos qualificados”.

Frank Thorpe, diretor administrativo da BYD UK, acrescentou que “a Escócia está abrindo caminho para a mobilidade 100% elétrica como uma solução de transporte público e estamos muito satisfeitos que a parceria BYD ADL esteja liderando o fornecimento de veículos com nossos ônibus de único andar e de dois andares. Com o apoio do governo escocês, nossa excelente parceria com grandes operadoras como a Stagecoach e a aceitação da mobilidade elétrica pelo público, estamos vendo uma mudança decisiva para um sistema de transporte mais sustentável”.

Para Sam Greer, diretor regional da Stagecoach na Escócia, acrescentou que “o transporte público sustentável é essencial para o futuro do nosso planeta, pois proporciona a descarbonização das viagens locais, a redução do congestionamento rodoviário, a melhoria da qualidade do ar e o combate às mudanças climáticas. Parabenizamos o anúncio pelo governo escocês de financiamento adicional para apoiar a implantação de 46 novos ônibus elétricos na Escócia”.

“Este grande investimento também proporcionará um impulso para o setor de fabricação de ônibus da Escócia, ajudando a proteger e aumentar os empregos no país. Isso também nos permite desenvolver ainda mais as habilidades e o treinamento de nossas equipes de engenharia para manter a nova frota mais verde à medida que fazemos a transição para novas tecnologias de emissão zero”.

O investimento do governo escocês também inclui financiamento para infraestrutura elétrica para garagens. A Stagecoach está fazendo parceria com a empresa de energia renovável SSE, fundada na Escócia, para fornecer a nova infraestrutura elétrica necessária nos depósitos de Aberdeen e Perth.

“Enquanto a Escócia se prepara para sediar a cúpula da COP 26 em novembro, este é um momento crucial para todos nós pensarmos sobre como podemos ajudar a alcançar uma recuperação mais verde pós-Covid-19. Grandes investimentos em novos ônibus com emissão zero também precisam ser acompanhados por uma melhor infraestrutura rodoviária para ajudar a encorajar as pessoas a fazer a transição do carro para o transporte público sustentável”.

O diretor de Marketing e Sustentabilidade da BYD Brasil, Adalberto Maluf, explica que “a Escócia será palco este ano da conferência sobre o clima COP 26, um evento extremamente importante para que o mundo possa trilhar um futuro de baixo carbono, já que as mudanças climáticas são a maior ameaça que a humanidade enfrenta a longo prazo”.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. CORES BEM Santo André- (ABC), só faltou o colibri. kkkkkkkkkkkkkk

Deixe uma resposta