Amor pelos trilhos: Família Rocha tem nove integrantes trabalhando no metrô de São Paulo

Para os familiares, trabalho no setor de transporte metroviário de passageiros é um sonho realizado. Foto: Divulgação.

Oito atuam diretamente na Companhia do Metropolitano e um na na concessionária ViaQuatro, em diferentes áreas

WILLIAN MOREIRA

Trabalhar no Metrô de São Paulo até hoje é um sonho e tido por muitos como um momento de realização profissional. Quando o candidato é aprovado em um concurso ou processo seletivo para atuar na área, traz consigo um motivo de alegria que merece ser compartilhada. O sentimento foi conhecido nove vezes pela Família Rocha, que tem nove integrantes trabalhando no sistema metroviário da capital paulista.

A “feliz coincidência” resultou em uma história curiosa de um grupo de pessoas do mesmo sangue unidas pelo metrô. Os integrantes da família ingressaram no setor em diferentes anos e em áreas diversas. Destes, são oito trabalhando diretamente na Companhia do Metropolitano e um deles na concessionária ViaQuatro.

Apesar da façanha, os Rocha nunca haviam se reunido no metrô. Algo que mudou recentemente após um encontro promovido pela companhia com a iniciativa de Joyce Rocha, operadora de transporte metroviário da estação Saúde. Na ocasião, o grupo familiar se reuniu na Estação da Sé para uma foto.

MOMENTOS MARCANTES

“O fato que mais me marcou foi a atuação em uma ocorrência de mal súbito de origem cardíaca. Eu e meus colegas fizemos todos os procedimentos. Temos treinamento de primeiros-socorros. Enquanto nos revezávamos na massagem cardíaca, acionei os bombeiros. A viatura chegou rapidamente e o passageiro teve sua vida preservada”, relata Joyce sobre um de seus momentos mais marcantes em sua trajetória no Metrô, iniciada em 2013.

Cristóvão Rocha, tio de Joyce e pai do agente de segurança André, disse ter encontrado na empresa as “oportunidades que me permitiram crescimento pessoal e profissional, neste caso graças ao contato com a alta tecnologia no ramo de transportes”.

Outro fato interessante é que a família Rocha ainda pode aumentar no Metrô, já que um irmão e um primo de Joyce já passaram nas primeiras etapas do concurso. Ao passarem no teste físico, que é a última fase, podem aumentar para 11 o número de pessoas da mesma família trabalhando no sistema metroviário de São Paulo.

PROFISSÕES DA FAMÍLIA ROCHA

Veja abaixo a profissão de cada membro da família:

– Joyce Rocha – operador de transporte metroviário;
– Cristóvão Rocha – operador de transporte metroviário;
– Hugo – auxiliar de manutenção;
– Everton Rios – agentes de segurança;
– Rogério Rocha – agentes de segurança;
– André Rocha – agentes de segurança;
– Denis Rocha – agentes de segurança;
– Sérgio – agentes de segurança;
– Eduardo – colaborador da ViaQuatro.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta