Linha 5-Lilás de metrô, em São Paulo, recebe projeto que busca reduzir solidão de pacientes de covid-19

Por meio de videochamadas, projeto aproxima pessoas hospitalizadas de familiares e amigos. Foto: André François.

Mostra ‘Conexões do Cuidar’ registra a iniciativa da ONG ImageMagica

JESSICA MARQUES

A Linha 5-Lilás de metrô, em São Paulo, está recebendo um projeto que busca reduzir solidão de pacientes de covid-19 que estão isolados dos familiares e amigos.

A mostra “Conexões do Cuidar”, que há 14 anos utiliza a fotografia como ferramenta de humanização dentro de hospitais, apresenta 20 painéis sobre o projeto de mesmo nome, que tem como missão diminuir a solidão desses pacientes por meio de videochamadas.

O projeto é uma iniciativa da ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô de São Paulo, em parceria com a ONG ImageMagica.

“Após visitarmos alguns hospitais, vimos de perto o quão desolador é o isolamento dos pacientes, ao mesmo tempo em que é angustiante para as famílias que aguardam o boletim médico”, explica o fotógrafo e fundador da ONG, André François, sobre como surgiu a iniciativa.

Os profissionais de saúde também foram envolvidos no projeto e receberam crachás humanizados, com retratos sem a paramentação, que é uma maneira de gerar identificação com o paciente por trás das máscaras e dos EPIs.

Depois de passar pela Linha 4-Amarela, a exposição, que contempla registros da equipe da ONG durante a atuação do projeto em mais de 20 hospitais pelo Estado de São Paulo, desembarca na Estação Hospital São Paulo, em março, e segue para as estações Largo Treze e Moema, em abril e maio, respectivamente.

Seguindo recomendações da Organização Mundial da Saúde para evitar aglomerações, a exposição também estará disponível na página oficial da concessionária no Facebook https://facebook.com/ViaMobilidadeSP

Confira as datas da exposição:

Estação Hospital São Paulo – até 31 de março

Estação Largo Treze – 01 a 30 de abril

Estação Moema – de 03 a 31 de maio

Jessica Marques para o Diário do Transporte
Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta