Ônibus voltam a circular em Ribeirão Preto, mas toque de recolher se mantém até 30 de março

Prefeito Duarte Nogueira anuncio retomada do transporte em Live na sexta (19)

Cidade adotou regras mais rígidas para conter avanço da Covid-19, e a partir desta segunda começa a flexibilizar funcionamento de alguns setores

ALEXANDRE PELEGI

Ribeirão Preto, no interior de São Paulo, volta a partir desta segunda-feira ao Plano emergencial São Paulo.

As novas medidas anunciadas pelo prefeito Duarte Nogueira na sexta-feira, 19 de março de 2021, promovem mudanças após o lockdown que durou cinco dias e alcançou média de 50% de isolamento, de quarta (17) até esse domingo (21). Relembre:

ÁUDIO: Ribeirão Preto suspende serviços de ônibus e fecha padarias, mercados e bancos para conter a covid-19

No anúncio, o prefeito relembrou que a cidade, ao retomar a fase emergencial do Plano São Paulo, terá de volta o funcionamento de “todos os serviços de saúde, transporte, supermercados, das 6h às 20h, delivery, coleta de lixo, indústrias, lojas de conveniência e postos de combustíveis dentro das orientações do Decreto nº 49”.

Segundo Duarte Nogueira, as escolas só devem retomar atendimento presencial no dia 5 de abril.

Ele fez questão de frisar que a restrição de circulação, das 5h às 20h, continua, mesmo com a volta das atividades essenciais.

Veja como fica o funcionamento da cidade a partir de segunda-feira, dia 22 de março:

(Fonte: prefeitura de Ribeirão Preto)

Podem funcionar:
– Hospital
– UPA
– Serviços de saúde
– Farmácias
– Transporte coletivo
– Supermercados e similares (açougue, hortifruti)
– Delivery alimentação restaurantes (50%)
– Coleta de lixo
– Indústria
– Postos de gasolina
– Lojas de conveniência
– Agências bancárias

Não podem funcionar:
– Escolas
– Cursos
– Comércio de rua e shoppings
– Salões de cabelereiro e outros equipamentos de estética
– Academias e clubes

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta