Doria ameaça, mas não anuncia regras de restrição ainda mais duras contra o avanço da covid-19

Doria em entrevista coletiva nesta quarta-feira (17)

Mesmo com início da fase emergencial, internações e óbitos continuam batendo recordes atrás de recordes. A vacinação para pessoas com idades entre 72 e 74 anos foi antecipada para a partir de sexta-feira, 19 de março de 2021. ICMS da carne cai e do leite será zerado;  Suspensão do corte de gás canalizado e de água para estabelecimentos com pagamentos em atraso foi prorrogado para 30 dia de abril

ADAMO BAZANI

Após na parte da manhã sinalizar que tomaria medidas mais restritivas contra a covid-19, o governador de São Paulo, João Doria, não anunciou no início da tarde quarta-feira, 17 de março de 2021, o endurecimento do Plano São Paulo.

Mesmo com a entrada em vigor da fase emergencial na segunda-feira (15), os números de internações e óbitos continuam batendo recordes atrás de recordes.

Em um tom diferente da manhã, Doria no início da tarde disse que vai seguir o que o Comitê de Contingência contra a covid-19 determinar e que não sofreria pressão da imprensa.

Na segunda-feira, 15 de março de 2021, entraram em vigor medidas da fase emergencial como toque de recolher entre 20h e 05h, proibição de cultos religiosos, obrigação de teletrabalho para setores administrativos, e recomendação de escalonamento de horários de trabalhadores presenciais para evitar superlotação nos ônibus, trens e metrô.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/03/15/fase-emergencial-em-sao-paulo-o-que-abre-e-o-que-fecha-como-serao-os-servicos/

Relembre a declaração de Doria da manhã.

“Nem a pressão da economia, nem a pressão política, nem a pressão da imprensa, nem a pressão de nenhum seguimento, mas sim a orientação, orientação da saúde. Hoje o Centro de Contingência da Covid-19 tem uma reunião pela manhã, essa reunião terminará por volta das onze horas, onze e meia temos a reunião preparatória da coletiva e na coletiva anunciaremos quais serão as medidas adicionais que certamente terão de ser adotadas. Estamos diante de um quadro gravíssimo, dramático não só em São Paulo, mas em todo o Brasil.”

VACINAÇÃO

O Governo anunciou a antecipação em três dias, a partir desta sexta-feira, 19 de março de 2021, o início da vacinação para pessoas com idades entre 72 e 74 anos.

Os cidadãos devem estar atentos aos cronogramas de cada município.

ICMS DA CARNE E DO LEITE

O governador também anunciou a redução do ICMS  (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de 13,3% para 7% na compra de carne para revenda em vendas que atuam pelo simples nacional, como açougues de pequeno porte.

O ICMS do leite pasteurizado vai ser zerado.

Medidas valem a partir de abril.

CORTE DE GÁS E ÁGUA PERMANECE SUSPENSO:

Doria também anunciou que a a suspensão do corte de gás canalizado e de água para estabelecimentos comerciais com pagamentos em atraso foi prorrogada para 30 dia de abril

REDUÇÃO NA DEMANDA DO TRANSPORTE METROPOLITANO:

O coordenador do Comitê de Contingenciamento da Covid-19, Paulo Menezes, voltou a defender o escalonamento da entrada de trabalhadores para reduzir a demanda do transporte coletivo.

Segundo Menezes, representações de setores econômicos mostraram apoio ao escalonamento que continua apenas como recomendação.

O coordenador ainda mostrou um gráfico com os números de redução da demanda de EMTU, Metrô e CPTM entre o período anterior e posterior à quarentena.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Ah… FECHAR IGREJAS É PIOR AINDA ! E NÃO RESOLVE NADA !!!!

Deixe uma resposta