Informe publicitário

Caio participa da 77ª edição do Fórum Paulista de Mobilidade

A Caio, empresa fabricante de ônibus, líder nacional no segmento de urbanos, está sempre engajada em pautas que agregam para a evolução da mobilidade. Por isso, participou da 77ª edição do Fórum Paulista de Mobilidade, realizado nos dias 11 e 12 de março de 2021.

O evento, transmitido on-line devido à pandemia, teve como anfitrião o Consórcio Intermunicipal Grande ABC formado pelas sete cidades do ABC Paulista. Contou com a presença de gestores, técnicos e especialistas da área de transporte coletivo de passageiros, secretários municipais e empresas do setor, dentre elas a Caio.

Um dos temas que recebeu maior destaque durante o encontro foi os efeitos que a pandemia vem gerando no transporte coletivo.

A Caio participou no primeiro dia do evento, representada por Rafael Ting, engenheiro de produto da empresa. O profissional apresentou brevemente a trajetória dos 75 anos da marca e o Grupo Caio, o conglomerado de empresas da qual a Caio faz parte, considerado o maior gerador de empregos da região. O profissional também abordou sobre o OniPLUS, grupo da empresa voltado à inovação, que desenvolve pesquisas de tendências e implantação de soluções para o transporte coletivo, aplicáveis em veículos zero km e os já em operação, movidos por diferentes propulsões (elétrico, híbrido, GNV, trólebus, Euro VI etc).

Um dos projetos já implantados é o Caio Protect, conjunto de soluções relacionados à biossegurança das pessoas no ambiente interno dos ônibus. “O Caio Protect nasceu da necessidade de tornar o ônibus um modal ainda mais seguro biologicamente. Por isso, criamos itens para a proteção em parceria com fornecedores e universidades, como por exemplo o tecido antiviral, o kit para cabine do motorista e cobrador, purificador de ar, entre outros. Um dos grandes avanços foi o desenvolvimento de itens com propriedades antivirais. Hoje a Caio tem condições de oferecer um veículo com seu ambiente interno antiviral em todos os pontos de possível contato com o passageiro. É comprovada em laboratório a eficiência do aditivo antiviral, não só em relação aos vírus da família coronavírus, mas a outros tipos e também bactérias”, explica Ting.

O futuro da mobilidade urbana também foi discutido no Fórum Paulista, assim como a realidade do transporte coletivo atualmente. No encerramento do evento, especialistas, instituições e empresas foram elogiados por estarem focados no bem-estar comum.

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta