São José da Barra (MG) proíbe ônibus e vans de turismo e restringe comércio até 22h

Ônibus em São José da Barra (MG) - A foto é de arquivo e somente ilustrativa

Hotéis e pousadas só poderão atender com 50% da capacidade

ADAMO BAZANI

A prefeitura de São José da Barra, em Minas Gerais, publicou neste sábado, 13 de março de 2021, decreto com uma série de restrições que entram em vigor na terça-feira (16) para tentar conter o avanço da covid-19.

O município, além de ter a economia baseada na produção de energia elétrica de Furnas, possui atratividade turística.

Assim, para evitar aglomerações, a cidade proíbe a partir de terça-feira (16), a entrada de ônibus e vans de turismo.

Já hotéis e pousadas podem funcionar, mas só com 50% de ocupação.

Também estão proibidas excursões que saem da cidade para outros lugares com retorno previsto.

De acordo com o decreto, quem não usar máscaras em comércios e ambientes de uso comum pode ser multado em R$ 100.

Restaurantes, bares e similares devem preferir atendimento por delivery, mas podem receber clientes presencialmente até às 22h. Entre 22h e 23h, o atendimento só pode ser por delivery.

Academias podem funcionar até 22h, mas os clientes devem ficar no mínimo a três metros de distância um para o outro.

Festas particulares, eventos, passeatas e carreatas estão proibidas, assim como o uso de quadras públicas.

Atividades religiosas podem funcionar somente até às 22h e com ocupação de 30% da capacidade dos templos e locais de celebrações.

Veja o decreto na íntegra:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta