Demanda dos ônibus e metrô do DF cai pela metade por causa da pandemia entre 2020 e 2021, diz governo

Ônibus no Distrito Federal

Dados são oficiais da bilhetagem eletrônica. Medidas de restrição mais recentes também fizeram os números caírem

ADAMO BAZANI

A quantidade de passageiros transportados nos ônibus e no Metrô do DF (Distrito Federal) caiu praticamente pela metade comparando os primeiros meses de 2020, quando ainda não havia o reconhecimento da covid-19 como pandemia e o mesmo período de 2021.

A informação foi divulgada na manhã desta terça-feira, 09 de março de 2021, pela Semob (Secretaria de Mobilidade) do GDF (Governo do Distrito Federal).

O dia em que o sistema de bilhetagem registrou a maior demanda por ônibus em 2021 foi 25 de fevereiro, com 749 mil acessos. No ano passado, o maior pico registrado no início do ano foi de 1,360 milhão de acessos, no dia 9 de março.

Já em relação ao Metrô, em fevereiro de 2020, o total transportado correspondeu a 3,4 milhões de acessos, caindo para 1,9 milhão de embarques em fevereiro de 2021. Na comparação, houve uma redução de 44% na procura pelo transporte metroviário. A média de acessos ao metrô nos dias úteis da primeira semana de março foi 57% menor este ano do que o registrado em 2020, caindo de 168 mil para 72 mil embarques.

NOVAS MEDIDAS DE RESTRIÇÃO E NOVA QUEDA:

Ainda de acordo com a Semob, o uso de ônibus e metrô para deslocamento na capital caiu mais ainda após o recente decreto de restrição de algumas atividades pelo Governo do Distrito Federal.

A pasta ainda informa que o mês de março começou com queda acentuada de embarques nos terminais e estações.

Desde o final de dezembro de 2020, a média de acessos aos ônibus do Sistema de Transporte Público Coletivo (STPC/DF) era de 680 mil embarques por dia útil, passando para um pouco mais de 700 mil no mês de fevereiro de 2021. Na semana passada, antes da edição do decreto de restrição de atividades, os coletivos do DF receberam em média 735 mil acessos por dia útil.

A demanda por transporte público voltou a cair com o início do das medidas restritivas. A média de acessos aos ônibus do STPC/DF nos dias úteis da primeira semana de março de 2021 caiu para 625 mil embarques. No mesmo período do ano de 2020, a média de acessos foi mais que o dobro, com registro de 1,244 milhão de embarques. O dia em que o sistema de bilhetagem registrou a maior demanda por ônibus em 2021 foi 25 de fevereiro, com 749 mil acessos. No ano passado, o maior pico registrado no início do ano foi de 1,360 milhão de acessos, no dia 9 de março.

A secretaria ainda informou em nota que, mesmo com as medidas de restrição mais severas, ônibus e metrô continuam operando com a frota total.

Caso o passageiro identifique alguma irregularidade na viagem, ele pode registrar a manifestação na Ouvidoria pelo telefone 162 ou pelo site http://www.ouvidoria.df.gov.br/.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta