Metrô SP adia para 30 de março licitação das obras do túnel de conexão entre Linhas 4-Amarela e 2-Verde

Foto: Diário do Transporte

Certame estava marcado para a próxima terça-feira, 09 de março de 2021. Ligação vai ampliar a capacidade da transferência gratuita de passageiros entre as estações

ALEXANDRE PELEGI

A Companhia do Metrô de São Paulo publicou no Diário Oficial deste sábado, 06 de fevereiro de 2021, Aviso de Adiamento da Licitação para as obras do túnel de conexão complementar entre a Estação Paulista da Linha 4 – Amarela e a Estação Consolação da Linha 2 – Verde.

O certame, que estava marcado para a próxima terça-feira, 09 de março, fica agora para o dia 30 de março, às 10h. A data de 09 de março fica mantida para efeito de validade temporal das certidões e documentos.


Como mostrou o Diário do Transporte, a licitação foi lançada em publicação no Diário Oficial do dia 07 de dezembro de 2020.

Em nota na época, o Metrô informou que, com a conclusão da obra, haverá um túnel para cada fluxo de passageiros

A nova ligação vai ampliar a capacidade da transferência gratuita de passageiros entre as estações, melhorando o fluxo de deslocamento das pessoas.

De acordo com os projetos elaborados, essa nova conexão será feita através de uma nova passagem subterrânea. Com isso, a atual ligação deverá ser usada apenas para o deslocamento no sentido da estação Consolação, enquanto a nova atenderá aos passageiros que seguem para a estação Paulista.

Croqui (de acordo com o Projeto Básico)

Como mostrou o Diário do Transporte, O Metrô de São Paulo divulgou em 16 de maio de 2019 a homologação de licitação, adjudicação e extrato de contrato com o consórcio TPC para elaboração dos projetos executivos de engenharia civil, acabamento, comunicação visual e prestação de serviços de acompanhamento técnico do túnel entre as estações Paulista e Consolação.

O contrato, no valor de R$ 3.881.856,50 conta com recursos do Banco Mundial, e tem prazo de 42 meses.

Como os paulistanos bem sabem, a ligação entre as duas linhas está saturada. São 225 mil pessoas diariamente fazendo a ligação entre as estações no eixo Paulista-Consolação.

O projeto preliminar, que será ampliado e detalhado, prevê um novo túnel conectado ao atual próximo ao início das esteiras que interligam as linhas Amarela e Verde.

Com o túnel pronto, ele será destinado para os usuários com destino à linha 4-Amarela. O atual será usado pelos passageiros com destino à linha 2-Verde.

A nova ligação deve ter 92 metros de comprimento e ser entregue até 2022.

A demanda total prevista é de 34 mil pessoas pelo túnel que tem o objetivo de melhorar o fluxo entre as duas estações.

HISTÓRICO

O início do processo se deu com a publicação no Diário Oficial Empresarial de 31 de outubro de 2017, de um Pedido de Manifestação de Interesse (PMI), com o objetivo de convocar empresas interessadas em apresentar projetos para a construção de um novo túnel ligando as Estações Paulista, da Linha 4-Amarela, e Consolação, da Linha 2-Verde.

O assunto é antigo. Quem usa a ligação entre as estações Paulista e Consolação do metrô paulista sabe como é um sufoco andar por aquele túnel nas horas de maior movimento.

A quantidade de pessoas que passam pela ligação de 195 metros entre as linhas 4-Amarela e 2-Verde é tamanha que o caminho já foi apelidado por usuários de “marcha dos pinguins”. Até mesmo um ex-presidente do Metrô já se referiu à imagem das aves de pernas curtas amontoadas e apressadas para se referir ao movimento intenso numa estação superlotada.

Os engenheiros do Metrô já haviam concluído há alguns anos que seria preciso um novo túnel para contornar o aperto nesta ligação, que havia sido projetada para receber 263 mil pessoas por dia e que opera no limite desde a inauguração da estação Paulista, em 2010.

O processo para contratar o projeto executivo da obra foi aberto com financiamento garantido pelo Banco Mundial.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta