Rodízio municipal de veículos é suspenso nesta sexta (05) em São Paulo por causa de manifestação contra a fase vermelha de Doria

Filas de vans e caminhões na Marginal Tietê

Foram feitos bloqueios na Marginal Tietê e na Senador Teotônio Vilela

ADAMO BAZANI

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) da cidade de São Paulo suspendeu o rodízio municipal de veículos na manhã desta sexta-feira, 05 de março de 2021.

Também estarão liberadas as demais restrições existentes na cidade: Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões (ZMRC) e a Zona de Máxima Restrição aos Fretados (ZMRF).

A suspensão é para o dia todo e não apenas pela manhã.

O motivo são as manifestações  atribuídas a caminhoneiros e comerciantes que bloquearam a Marginal do Rio Tietê, na altura do “Cebolão”, no encontro com a Marginal Pinheiros, e a chegada da rodovia Castelo Branco. Somente pouco antes de 11h, a Marginal Tietê na chegada da rodovia Castelo Branco, região do Cebolão, foi começou a ser liberada.

Alguns caminhoneiros que não quiseram se identificar disseram que o movimento não é integral da categoria e os motoristas de caminhões e utilitários  que tentam passar estão sendo impedidos por pessoas que se apresentam como organizadoras.

Houve também manifestação na Avenida Senador Teotônio Vilella, na zona Sul da capital paulista.

Com isso, não serão multados os veículos com placas de finais 9 ou 0 que circularem pelo centro expandido da cidade de São Paulo até às 10h.

Os manifestantes ostentam faixas contra o governador de São Paulo João Doria e contra as medidas de restrição de fase vermelha para tentar conter o avanço da covid-19.

Vale lembrar que as operações de caminhões e atividades ligadas ao setor alimentício e de abastecimento não estão proibidas na fase vermelha do Plano São Paulo.

ÔNIBUS:

Além de ônibus urbanos do sistema SPTrans (São Paulo Transporte) da capital paulista e dos metropolitanos gerenciados pela EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), passageiros de ônibus rodoviários estão sendo prejudicados.

Neste ponto da Marginal Tietê passam diversos ônibus que vêm de diferentes partes do Estado e  do País em direção aos terminais Tietê e Barra Funda.

Alguns passageiros, mesmo carregando malas, deixavam os ônibus rodoviários e seguiam a pé.

ALTERNATIVAS:

Na rodovia Castelo Branco, o congestionamento vai até pelo menos o pedágio na região de Barueri.

A orientação da Polícia Rodoviária Estadual é que o motorista desvie pelo Rodoanel e depois siga pelas rodovias dos Bandeirantes e Anhanguera.

Quem está na Marginal do Rio Pinheiros, sentido Castelo Branco, pode seguir pelas pontes Eusébio Mattoso, Cidade Universitária e Jaguaré.

Lembrando que nestes caminhos o motorista vai encontrar pontos de congestionamento, mas pelo menos não há bloqueios.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Justiceiro Hroth-Beorht disse:

    Medidas, inóquas, ineficientes, politiqueira e imbecil! Qual embasamento científico que estas autoridades estão se apoiando? Idiotas no poder dá nisto. Bom seria se os caminhoneiros de Pernambucano tivessem culhõ**. Pra quebrar o Governador incapaz.

Deixe uma resposta