Frotas dos ônibus EMTU, CPTM e Metrô serão de 100% nos horários de pico na fase vermelha, diz Baldy

Trem da CPTM lotado no pico da manhã

Movimento de passageiros será monitorado e poderá haver ajustes na oferta conforme a demanda

ADAMO BAZANI

Os ônibus gerenciados pela EMTU (Empesa Metropolitana de Transportes Urbanos), os trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), do Metrô e do monotrilho vão operar com a totalidade da frota disponível nos horários de pico durante a fase vermelha do Plano São Paulo, que começa neste sábado, 06 de março de vai até o dia 19 de março de 2021.

A informação é do secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, nesta sexta-feira, 05 de março.

Segundo Baldy, o objetivo é reduzir a lotação uma vez que a circulação de pessoas deve cair com as restrições de atividades.

Entretanto, poderá haver ajustes na oferta conforme a demanda.

Na fase vermelha somente serviços essenciais, entre os quais de transporte público, podem funcionar.

Quando a fase vermelha for suspensa, com a Grande São Paulo possivelmente voltando para a fase laranja e posteriormente para a amarela, a lotação deve aumentar e este deve ser o problema de novo.

Sistemas de ônibus, trens e metrôs foram projetados para atender a um grande público de uma só vez.

Em média, a ocupação habitual utilizada nos principais sistemas de transportes, inclusive em países com maior nível de desenvolvimento, varia entre quatro e seis pessoas por metro quadrado em ônibus, trens e metrô.

Esta ocupação para a qual os sistemas de transportes públicos são desenhados torna impossível o distanciamento entre 1,5 m e 2 m entre as pessoas recomendadas pelas autoridades de saúde.

Assim, Baldy diz que poderia haver um maior resultado sobre a lotação se fosse realizado um escalonamento de entrada e saída de trabalhadores de diferentes setores, isso porque o maior problema mesmo é o horário de pico.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta