São Bernardo do Campo (SP) aborda 2,5 mil veículos em primeiro dia do ‘toque de restrição’

Ao todo, três motoristas foram autuados. Foto: Ricardo Cassin/ PMSBC.

Prefeitura realizou bloqueios em 18 pontos do município

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, informou que abordou 2.562 veículos nas barreiras sanitárias durante o primeiro dia do “toque de restrição”. Ao todo, foram realizados bloqueios em 18 pontos do município.

Para conter a circulação de veículos e pedestres na cidade das 22h às 4h, a Prefeitura implantou bloqueios de segurança em diversas regiões, entre elas as avenidas Kennedy (Jardim do Mar), Dom Pedro de Alcântara (Vila São Pedro), Pereira Barreto (Centro), Estrada dos Alvarengas, dentre outras. O patrulhamento de rotina e as rondas ostensivas também reforçaram a ação.

A medida, que visa o enfrentamento da covid-19, segue vigente até o dia 07 de março, quando a ação será reavaliada pela Prefeitura. Até a data, as atividades comerciais e de serviços da cidade serão encerradas às 21h. O transporte coletivo municipal, por sua vez, ficará suspenso das 22h às 4h.

As restrições foram determinadas pelo governador de São Paulo, João Doria. Contudo, os prefeitos do ABC Paulista decidiram criar regras próprias de restrição à circulação.

Relembre:

Confira como vai ser a mobilidade no “lockdown” do ABC

BALANÇO

Em São Bernardo do Campo, a operação foi comandada pela Guarda Civil Municipal, com apoio de agentes das polícias Civil e Militar, para orientação de pedestres e motoristas. Ao todo, 3.193 pessoas foram orientadas em toda cidade.

Durante o “lockdown noturno”, três motoristas abordados nos bloqueios foram conduzidos à delegacias da cidade por desrespeito aos itens regulatórios impostos pela Prefeitura.

Dois foram autuados por embriaguez ao volante e um por desobediência e desacato a autoridade policial, no momento da abordagem. Todos ficaram à disposição da Justiça. Houve ainda aplicação de multa a outros 168 motoristas por infrações previstas no Código de Trânsito Brasileiro.

Ainda segundo a Prefeitura, outros 14 estabelecimentos foram orientados pelas equipes de fiscalização e encerraram suas atividades, sem resistência. Durante a vigência do toque de recolher, não houve registro de “pancadões” e festas irregulares em São Bernardo do Campo.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Valdemir disse:

    E o pancadao no olaria SBC não respeita ninguém.. . Cadê a prefeitura? Cadê o Orlando morando ?

  2. GILBERTO BARBOSA disse:

    parece um troféu impedir o direito do povo de ir e vim,isso é uma vergonha e a ditadura

  3. Elvani alves disse:

    Espero que o povo brasileiro toma vergonha na cara antes de votar nas eleições. Gente abre o olho .nao vote em ninguem.vcs estao vendo que os politicos esta fazendo com nosso pais.

  4. Wellington Silva Barreto Lima disse:

    Só uma observação que não ficou claro nesse toque de recolher com bloqueios de dias e avenidas. Se eu preciso soccorrer alguem como passo pelo trânsito gerado por esse tipo estúpido de contenção? Se eu não conseguir chegar ao pronto socorro a tempo, posso processar a prefeitura, o prefeito e os responsáveis pela vida perdida?

  5. Romao Mota disse:

    Bloqueio ou comando?
    2500 abordagens e três multas não parece bloqueio. Alguém mente ai….

  6. Jubenildon disse:

    Acabou o direito do povo
    Prefeito
    Ipocrita
    Durante a pandemia propaganda política carreatas uma semana depois já decretou restrição
    Ainda tem um bando de baba ovo que apoia esse prefeito
    Acorda gente

  7. Anderson disse:

    Pois é, restrições idiotas de um prefeito e um governador idiota, para prejudicar a população. Pois não é um toque de recolher que vai solucionar o problema, e sim medidas corretas. Ontem a noite, tinha baile na região do montanhão, e não teve uma viatura se quer indo até o local para dispersar as aglomerações. Em São Caetano até baladinha de portas fechadas estava operando como se nada tivesse acontecendo, isso eles não vêem né, Ipocresia pura. Em quanto isso, cidadãos de bem perdendo empregos, fechando comércios, passando sufoco e necessidade. Quanto tempo mais vcs acham que esse povo vai aguentar isso, população está parecendo um bando de zumbis, aceitando TD que esse Orlando determina, temos de ir às ruas, lutar por nossos direitos e lutar pra que esse e outros políticos respeitem nosso povo. Não devemos acatar tudo que eles determinam, pois os únicos a pagarem um preço altíssimo somos nós. # Fora Orlando # Fora Covas # Fora Dória.

  8. Osvaldo Araújo Santos disse:

    Olá bom dia e boa semana a todos.
    Temos mesmo que dá um basta nessa muvuca

  9. Marilene Leal Da Silva disse:

    Tem que acabar mesmo com baladas e eu apoio parabéns prefeito

  10. Anderson disse:

    Até quando vamos continuar achando que restrição para pessoa de bem salva vidas e os pancadões comendo solto vcs acham que o prefeito vai ficar sem seus salários e suas modormias vamos quebrar de vez virou sacanagem isso sim e ditadura agora arrumaram um novo jeito para a indústria da multa acordem bando de gados

  11. Diogo disse:

    Se aproveitando da pandemia pra arrecadar dinheiro com multas Sr prefeito? Tinha meu voo e já perdeu, você e o seu partido.

Deixe uma resposta para Anderson Cancelar resposta