Transporte eficiente sofre interrupção nesta quarta (24) em Teresina por causa de atrasos salariais de motoristas

Foto: Strans / Prefeitura de Teresina

Situação foi normalizada somente à tarde, segundo a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (Strans)

ALEXANDRE PELEGI

Os veículos que atendem o serviço de transporte para pessoas com deficiência em Teresina (Transporte Eficiente), no Piauí, não saíram na manhã desta quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021, o que surpreendeu a Associação dos Cadeirantes do Município de Teresina (Ascamte).

De acordo com informações do presidente da Associação, Wilson Gomes, à mídia local, a paralisação ocorreu por questões salariais entre motoristas e empresários, decorrente da falta do repasse de dois meses junto à empresa Santa Cruz.

O serviço é considerado essencial para as pessoas com deficiência, especialmente para os que dependem dele para acompanhamento médico. A situação só foi normalizada na tarde de hoje, segundo nota da Superintendência Municipal de Transporte Trânsito de Teresina (Strans).

A Ascamte chegou a divulgar nota sobre a suspensão do serviço:

A Ascamte (Associação dos cadeirantes do município de Teresina) vem através deste informar que na manhã desta quarta-feira (22) foi surpreendido com a paralisação total do funcionamento do transporte eficiente veículos destinado a transportar pessoas com deficiência em cadeira de roda em Teresina. Informa ainda, que desde as primeiras horas da manhã tenta articular junto a empresa e ao STRANS para que possa ser liberado, pelo menos, o atendimento aos usuários que estão agendados para serviços essenciais como por exemplo: hemodiálise, tratamento contínuo, por entendemos que o funcionamento deste   transporte  é essencial à vida e portanto não pode parar na sua totalidade.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta