Montes Claros (MG) suspende transporte coletivo por 10 dias entre 22h e 5h a partir desta quinta (25)

Prefeitura decidiu proibir o funcionamento de quaisquer atividades econômicas, assistenciais, culturais e religiosas no período noturno

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de Montes Claros, em Minas Gerais, decidiu decretar a proibição por 10 dias, a partir desta quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021, do funcionamento de quaisquer atividades econômicas, assistenciais, culturais e religiosas, no período entre 22 e 5 horas.

No caso do transporte coletivo urbano, a prefeitura decidiu suspender o funcionamento do serviço público no período entre 22h15 e 5 horas, para embarque de passageiro. No caso de empresas, o decreto municipal faculta, no caso das atividades com funcionamento permitido, a contratação de transporte coletivo privado para condução dos funcionários, desde que entre suas residências e o local de trabalho.

O Decreto nº 4.176 traz medidas extraordinárias para o combate à epidemia de coronavírus na cidade, e institui o toque de recolher, proibindo a circulação de pessoas e veículos nas vias públicas no período entre 22h30 e 5 horas.

Supermercados e similares, lojas de conveniência, bares, restaurantes e similares, também não poderão funcionar entre 21h30 e 6 horas, com tolerância de 30 minutos. Ficam de fora da norma apenas estabelecimentos localizados às margens das rodovias.

Estão proibidos ainda o funcionamento das atividades de lazer e de entretenimento.

Serão permitidos no período do decreto a circulação livre apenas para questões urgentes, como compra de medicamentos; atendimento ou socorro médico para pessoas ou animais; embarque e desembarque nos terminais rodoviários, (no caso de transporte intermunicipal e interestadual, e aeroporto).


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta