Nova Independência (SP) decreta toque de recolher e restringe transporte por ônibus

Não pode haver embarque e nem desembarque em ônibus de turismo, de compras ou até mesmo os fretados por familiares de detentos do CDP (Centro de Detenção Provisória). Já os veículos que transportam trabalhadores às empresas da cidade e região deverão operar com 50% da lotação. (Imagem arquivo)

Comércio só poderá atender por delivery em todo o dia e ninguém poderá circular das 22h às 5h a não ser por urgências

ADAMO BAZANI

A cidade de Nova Independência, no interior de São Paulo, decretou toque de recolher das 22h às 5h até o dia 05 de março, mas se os casos de covid-19 não retrocederem, a medida poderá ser estendida até 19 de março de 2021.

Neste período, só poderão circular pessoas em caso de urgência, se limitado a questões de trabalho ou saúde.

Além disso, durante todo o dia, o comércio só poderá atender por delivery.

O terminal rodoviário também foi afetado, de acordo com a prefeitura.

“Não pode haver embarque e nem desembarque em ônibus de turismo, de compras ou até mesmo os fretados por familiares de detentos do CDP (Centro de Detenção Provisória). Já os veículos que transportam trabalhadores às empresas da cidade e região deverão operar com 50% da lotação. As empresas devem apresentar plano de contingência à Secretaria Municipal de Saúde até o dia 23 desse mês.” – informou a administração em nota.

Feiras livres, casas de festas e eventos religiosos como missas ou cultos também estão suspensos enquanto durar este decreto. Os hotéis estão proibidos de receberem novos hóspedes nesse mesmo período.

A prefeitura explica também que em restaurantes e lanchonetes está proibido o consumo no local. Nos trailers (food truck) não poderá haver mesas e cadeiras armadas. Em supermercados, mercados e açougues o atendimento ao público deverá ser limitado a 50% da capacidade do local.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta