Itapemirim recebe sua primeira aeronave para iniciar operações no Brasil

Ao pousar no Aeroporto Internacional de Natal, aeronave foi batizada com jatos de água pelos caminhões do Corpo de Bombeiros do Aeroporto

Modelo A320 veio do continente Europeu e vai ser o primeiro a receber as cores clássicas da empresa

WILLIAN MOREIRA

Em evento transmitido ao vivo nas redes sociais, a empresa Itapemirim recebeu neste sábado, 20 de fevereiro de 2021, seu primeiro avião que irá compor a empresa “Itapemirim Transportes Aéreos”, já conhecida como ITA.

O avião fabricado pela Airbus é do modelo A320, com capacidade para transportar até 185 passageiros, peso máximo de 89 toneladas, sistema fly-by-wire que consiste em sistema de navegação com interface eletrônica e autonomia de 6.100 km.

Em uma publicação realizada nesta semana, a Itapemirim informou que os destinos iniciais da empresa devem ser as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Vitória, Curitiba, Florianópolis, Porto Alegre, Salvador e Brasília.

Oi pessoal, todos amigos e colaboradores da Itapemirim, também estou na mesma ansiedade que vocês de frente ao computador, aguardando a descida e batismo deste avião. Logo feito será levado o mais rápido possível para São José dos Campos onde realmente faremos uma festa e a customização com as cores da Itapemirim.

Mas não deixa de ser uma emoção e a certeza de um trabalho realizado por essa equipe aérea fantástica e o suporte que todo o Grupo Itapemirim deu, com o pessoal do rodoviário, do ferroviário, ou seja, o Grupo Itapemirim está em festa hoje de manhã e eu estou compartilhando com vocês essa grande alegria e estou acompanhando ansiosamente a chegada do nosso primeiro avião”, disse o presidente da Itapemirim, Sidnei Piva nas redes sociais da empresa pouco antes do pouso.

A aeronave de prefixo PS-SPJ em homenagem ao presidente Sidnei Piva de Jesus, ao pousar no Aeroporto Internacional de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, foi batizada com jatos de água pelos caminhões do Corpo de Bombeiros do Aeroporto.

A aeronave seguirá para o aeroporto em São José dos Campos, interior de São Paulo, quando deve nos próximos dias ser customizada com as cores preta e amarela, com o logo da empresa no leme vertical, além de ajustes internos quanto à estética e distanciamento das poltronas.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Reginaldo Couto disse:

    É bom ver a empresa Itapemirim divulgar os investimentos em ônibus, aviões, etc. Seria bom também a empresa Itapemirim pagar os seus ex funcionários que foram demitidos em março de 2020 e não tiveram suas rescisões pagas. FGTS atrasado, férias vencidas, multas do FGTS, salário do mês trabalhado, etc. E a empresa não dá nenhuma satisfação a seus ex funcionários, eu tinha mais de 24 anos de empresa. A empresa deveria se posicionar sobre quando irá nos pagar

  2. Opa!! lá vem golpe…… quer dizer que o presidente já recebeu com seu prefixo??? Que beleza,,,,e aí , quanto custou essa nave?? Não foi citado aqui….Será mais Buser aéreo, entrando sem ser convidado?? Isto a meu ver será uma aventura….(espero estar errado).

  3. carlos souza disse:

    Aliás,o modelo do avião é o mesmo do exemplar do acidente da então TAM(hoje LATAM) em São Paulo,em 2007.Foi no aeroporto de Congonhas.Um avião saído de Porto Alegre.199 mortos.Espero que não se repita,mas que sirva de alerta.Ano que vem vai fazer 15 anos.

  4. Emílio Martins Mendes disse:

    Isso é uma piada de péssimo gosto, vamos lá : o sujeito deve uma fortuna trabalhista, uma fortuna tributária, outra fortuna para credores, como consegue criar uma empresa aérea meio a uma crise sem precedentes, alguém sabe desvendar esse mistério?

  5. Bruti disse:

    O dólar tá baratinho p/ entrar nesse ramo. Tomara que esse avião seja 1.0, motor flex ou híbrido.

  6. Arenildo Robeto. disse:

    Como certo tipo de gente é negativista, torce e vibra pelo quanto pior melhor! Já imaginou o sucesso desse empreendimento dando certo, quantos empregos vão se recuperar no setor aéreo, quanta gente demitida vai ter seu ganha pão..

Deixe uma resposta