Jaú (SP) decreta regras mais rígidas que a fase vermelha de Doria e limita ônibus a 30% da capacidade

Ônibus na cidade de Jaú (SP)

Além de estar com ocupação alta nos leitos, cidade confirmou casos da nova variante da covid-19

ADAMO BAZANI

A cidade de Jaú, no interior paulista, que já está na fase vermelha do Plano São Paulo do Governador João Doria, endureceu as regras de combate à covid-19.

O município está com alta ocupação de leitos e já estava na fase de restrição máxima, mas o alerta se agravou quando foram confirmados casos de infecção da nova variante brasileira da covid-19 detectada pela primeira vez em Manaus (AM).

Esta variação pode ser ate 70% mais transmissível e os pesquisadores avaliam se pode ser mais agressiva e mortal também.

Nessa segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021, o prefeito Jorge Ivan Cassaro publicou o decreto 7953 com mais restrições.

Os ônibus só poderão circular com 30% da capacidade de passageiros.

Os supermercados vão poder funcionar somente até às 20h.

Passas a ser proibidas vendas na modalidade drive-thru para qualquer atividade e bebidas alcóolicas não poderão ser comercializadas após as 16h.

Óticas foram consideradas serviços essenciais, mas só poderá ser atendido um cliente por vez.

Lojas de material de construção não poderão ter atendimento presencial, somente delivery.

O decreto prevê multas de R$ 200 a R$ 1 mil a cada descumprimento das normas, que têm validade até 22 de fevereiro, quando poderão ser mantidas ou revistas.

Além do alto número de ocupação nas unidades de Saúde, a prefeitura tem registrado falta de profissionais de saúde.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta