Ciclovia da Marginal Pinheiros terá novas interdições para obras da Estação Santo Amaro, em São Paulo

Informações foram divulgadas pela ViaMobilidade. Foto: Divulgação.

Alterações serão realizadas das 7h de sábado (13) até 18h de segunda (15)

JESSICA MARQUES

A Ciclovia da Marginal Pinheiros terá novas interdições para obras da Estação Santo Amaro, em São Paulo. As alterações serão realizadas das 7h de sábado (13) até 18h de segunda-feira, 15 de fevereiro de 2021.

As informações foram divulgadas pela ViaMobilidade, concessionária responsável pela operação e manutenção da Linha 5-Lilás de metrô de São Paulo. As obras, segundo a empresa, estão dentro do cronograma das obras de requalificação da Estação Santo Amaro da Linha 5-Lilás de metrô.

No período das interdições, será montada e içada no local uma estrutura metálica de 45 metros e 48 toneladas. “Em formato de treliça, a peça gigante terá a função de sustentar parte da lateral da passarela ampliada da estação”, explicou a ViaMobilidade, em nota.

Durante as obras, a ciclovia sofrerá interdições parciais ou totais no trecho próximo à Estação Santo Amaro.

O funcionamento da estação, que atende também a Linha 9-Esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), será normal.

“Isso é necessário para garantir a segurança dos ciclistas e trabalhadores da obra diante da complexidade das atividades. A ViaMobilidade recomenda às pessoas que utilizam a ciclovia somente para lazer e atividade física evitar o trecho nesses dias. O trecho está sinalizado e conta com orientação dos colaboradores da concessionária”, explicou a concessionária.

Após a conclusão dos trabalhos, prevista para o próximo ano, a estação ganhará 4.000m² nas áreas de circulação, tornando mais rápido, confortável e seguro o deslocamento dos milhares de passageiros que usam diariamente a integração das linhas 5-Lilás de metrô com a 9-Esmeralda da CPTM. Além da ampliação das plataformas e área de transferência, serão instalados quatro elevadores e oito escadas rolantes”, detalhou também.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta