Universidade Federal da Paraíba vai disponibilizar transporte com ônibus circular na volta às aulas

Estudos vão verificar se é necessário ampliar a linha para o atendimento fora das dependências do centro estudantil. Foto: Divulgação / Universidade Federal da Paraíba.

Veículo fará um itinerário circular pela instituição

WILLIAN MOREIRA

A UFPB (Universidade Federal da Paraíba) informou, em nota, que vai disponibilizar transporte com ônibus circular na volta às aulas.

Na segunda-feira, 08 de fevereiro de 2021, a instituição realizou uma viagem teste com o novo micro-ônibus que irá realizar na volta das atividades escolares, para atender alunos e professores.

A previsão da retomada das aulas presenciais é no começo de março. O veículo possui capacidade para 30 passageiros sentados.

Em nota, a Universidade informou que está coletando informações para, de acordo com a demanda, colocar em operação outro ônibus maior, se for necessário. A sinalização dos locais de parada também serão feitas.

Segundo o superintendente de Logística de Transportes, Allisson Magno Rodrigues Silva, os horários de saída do transporte será a cada hora, iniciando às 6h30.

O itinerário, a princípio será a partir da antiga garagem central, sede da superintendência, passará pela Escola Técnica de Saúde, Centro de Ciências da Saúde e vai em direção a reitoria. Depois, será contornado o girador e a sequência do trajeto inclui o Centro de Vivência, TV UFPB, Caixa Econômica Federal, Centro de Comunicação, Turismo e Artes, segue para o Restaurante Universitário. O Centro de Ciências Sociais Aplicadas, Central de Aulas, Centro de Tecnologia, Centro de Ciências Jurídicas, Centro de Ciências Exatas e da Natureza, Biblioteca Central, Superintendência de Infraestrutura, Centro de Ciências Médicas e Residência Universitária também serão atendidos.

OPERAÇÃO EM ÁREAS EXTERNAS

Allisson Magno informou também que, se houver demanda e a própria comunidade escolar entender que é preciso uma melhoria do serviço, o atendimento de áreas externas da UFPB será estudado.

“Após esse estudo, se houver demanda e a comunidade acadêmica verificar a necessidade, isso pode ser ampliado para a área externa à Universidade, como bairro dos Bancários ou até o Centro de Informática e Centro de Tecnologia e Desenvolvimento Regional, em Mangabeira, em horários específicos”, explicou.

Caso a operação seja implantada na parte de fora da Universidade, os horários devem começar a ser realizados antes do início das aulas da parte da manhã, com viagens também no almoço e das 18h às 22h.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta