Porto Velho deve votar projeto de prefeito que permite dupla função nos ônibus

Ônibus de Porto Velho atualmente possuem posto para cobrador

Com isso, motoristas poderão dirigir e cobrar em todos os modelos de veículos

ADAMO BAZANI

O prefeito reeleito de Porto Velho, Hildon Chaves, quer que a dupla função no transporte municipal seja permitida por lei municipal.

A Câmara Municipal deve analisar a partir desta terça-feira, 09 de fevereiro de 2021, o projeto de lei complementar 4115/2021 que, em seu artigo 2º, desobriga a presença de “funcionário específico para atividade de cobrador”.

O projeto altera a redação da lei municipal 2274, de 23 de dezembro de 2015, que previa a obrigatoriedade do cobrador.

Pelo novo artigo, a dupla função ficaria autorizada em todos os tipos de ônibus.

“As empresas permissionárias e concessionárias do transporte público coletivo urbano de passageiros do Município de Porto Velho estão autorizadas a atribuírem aos motoristas dos veículos as funções relacionadas à cobrança de passagens, controle de bilhetagem e liberação de catraca, além de implementar sistemas tecnológicos para a realização de tais serviços nos ônibus, micro-ônibus e demais frotas em operação” – diz a redação proposta pela prefeitura.

Atualmente, a concessionária dos transportes em Porto Velho é a empresa JTP.

Na justificativa, o prefeito Hildon Chaves diz que a medida visa “assegurar a modicidade tarifária” já que os pagamentos com bilhetagem eletrônica têm crescido.

Acesse e veja o projeto na íntegra:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Tainara Pinheiro Gonçalves disse:

    PARA ANÚNCIOS, PROCURE A ÁREA COMERCIAL DO SITE EM “FALE CONOSCO”

Deixe uma resposta