Diário no Sul

Você sabe o que significam as numerações dos ônibus e das linhas do sistema da Região Metropolitana de Curitiba?

Prefixos são escolhidos por critérios que identificam empresa, serviço e até tipo de veículo

Prefixos não são escolhidos por acaso, mas são determinados para facilitar a fiscalização e a identificação pelo passageiro

ADAMO BAZANI

Quem utiliza ônibus na Região Metropolitana de Curitiba vai perceber que a numeração dos veículos é composta atualmente de cinco algarismos, por exemplo, 31051, 15422.

Esta forma de numeração tem uma razão de existir.

Os dois primeiros algarismos fazem referência à empresa operadora, conforme determinado pela Comec – Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba e Urbs – Urbanização de Curitiba S.A.

No caso da cidade de Fazenda Rio Grande, por exemplo, a numeração dos ônibus começa com 15 ou 31.

O início 15 é referente a Leblon Transporte de Passageiros, que liga a cidade de Fazenda Rio Grande à capital Curitiba.

Já o 31 se refere à empesa Viação Nobel, que faz linhas dentro da cidade de Fazenda Rio Grande que se integram no terminal principal da cidade com as linhas que vão para a capital.

Já em Colombo, por exemplo, a numeração dos ônibus metropolitanos começa com 23, porque a numeração é referente à Viação Colombo, que recebeu o prefixo 23.

Os três últimos algarismos também são escolhidos pela Comec e não são sequenciais, mas identificam o veículo.

Por exemplo, prefixo 15422 indica que o veículo é da Leblon, mas não que seja o 422º ônibus da empresa.

Centena do prefixo indica o tipo de ônibus. O 4 se refere aos articulados

Estes três números seguem uma lógica de acordo com o tipo de ônibus, sendo também determinados pela Comec.

– 001 a 299 são ônibus comuns (motor dianteiro), com a idade do veículo influenciando na centena do numeral.

– 300 a 399 são biarticulados

– 400 a 599 são articulados

– 600 a 799 são ônibus padrons, automáticos com motor traseiro

– 800 a 899 são semi-padrons, com transmissão manual.

Há também a identificação dos veículos com dois números, uma letra e mais dois números.

Os dois primeiros números continuam indicando a empresa, mas a letra revela o tipo de serviço.

Letra R indica o “Ligeirinho” articulado

As letras comumente usadas pela Comec são:

E – Expresso

R – Articulado do serviço Ligeirinho (que servem as estações-tubo)

M – Multimodal, que são os ônibus que têm embarque pela esquerda e direita.

Assim, por exemplo, o ônibus 15R93 é um Ligeirinho ( R ) da Leblon ( 15 ).

A colocação das empresas na numeração da Comec também não é aleatória, mas segue a ordem pela qual as empresas passaram a se integrar com Curitiba, fazendo parte da RIT (Rede Integrada de Transporte).

Com o número 15, a Leblon foi a primeira empresa a fazer parte da RIT, o que ocorreu em 12 de março de 1989.  Por isso aparece em primeiro. A segunda foi a Viação Tamandaré, a terceira foi a Expresso Azul e assim sucessivamente, como na relação da Comec.

15 • LEBLON TRANSPORTE DE PASSAGEIROS LTDA

16 • VIAÇÃO TAMANDARÉ LTDA.

17 • EXPRESSO AZUL LTDA.

18 • AUTO VIAÇÃO SANTO ÂNGELO S.A.

19 • ARAUCÁRIA TRANSPORTE COLETIVO LTDA.

20 • AUTO VIAÇÃO SÃO JOSÉ DOS PINHAIS LTDA.

21 • EMPRESA DE ÔNIBUS SÃO BRAZ S.A.

22 • EMPRESA DE ÔNIBUS CAMPO LARGO LTDA.

23 • VIAÇÃO COLOMBO LTDA.

24 • AUTO VIAÇÃO ANTONINA LTDA.

25 • VIAÇÃO CASTELO BRANCO LTDA.

26 • VIAÇÃO DO SUL LTDA.

27 • VIAÇÃO GRACIOSA LTDA.

28 • VIAÇÃO MARUMBI LTDA.

29 • VIAÇÃO PIRAQUARA LTDA.

30 • REUNIDAS S.A.TRANSPORTES COLETIVOS

31 • VIAÇÃO NOBEL LTDA

32 • EXPRESSO SÃO BENTO LTDA.

98 • EMPRESA CERRO CURITIBA LTDA.

LINHAS:

Identificação das linhas também segue lógica

Já as linhas metropolitanas são denominadas na maior parte das vezes por uma letra seguida de números.

Cada letra corresponde ao município de origem da linha.

Por exemplo, as linhas de Fazenda Rio Grande recebem a letra F, como F01 – FAZENDA – PINHEIRINHO.

A letra da linha nem sempre é a mesma letra inicial do nome da cidade. Por exemplo, a maior parte das linhas de Campo Magro começa com a letra P, como P01 – CAMPO MAGRO / CURITIBA. Em São José dos Pinhais, a maioria das linhas metropolitanas integradas começa com E; por exemplo: E11 – TERMINAL AFONSO PENA – TERMINAL BOQUEIRÃO

Os números das linhas são determinados também pelo poder público.

As letras iniciais das linhas das empresas metropolitanas foram organizadas da seguinte forma:

Iniciou-se pelo município de Almirante Tamandaré com a letra A e no sentido horário em ordem alfabética para os demais municípios

Confira abaixo:

Almirante Tamandaré: A e I

Bocaiuva do sul : B e I

Colombo : B, S e 607 e I

Pinhais : C e 304 e I

Piraquara : C, D e I

São José dos pinhais : E e I

Fazenda Rio Grande : F e I

Madirituba : G

Quitandinha: G

Araucária:  H, I e R

Balsa Nova : I

Campo Largo: J e I

Itaperuçu: K e I

Campina Grande do Sul: N e I

Quatro Barras : O e I

Campo Magro: P

Contenda: R

Tunas : Y Linha Experimental

Linha F16, F = Fazenda Rio Grande / 31051, 31- Viação Nobel, 0 – ônibus convencional

 

Você pode se perguntar porque em mais de uma cidade algumas letras são repetidas como C em Piraquara e Pinhas e I em grande parte dos municípios.

Neste caso, as letras indicam características das linhas.

A letra C é para linhas compartilhadas entre Pinhais e Piraquara

Já a letra I é de Intercidades, que faz alusão a uma linha que liga uma cidade metropolitana a outra metropolitana, mas sem integração.

Podem haver algumas especificidades de linhas e empresas, por isso, é importante destacar que a reportagem traz um aspecto geral das numerações.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. JOSÉ LUIZ VILLAR COEDO disse:

    Enquanto isso … aqui em São Paulo, Capital, devido a incompetência e a moleza da Preeitura… nem as NUMERAÇOES DAS LINHAS MUNICIPAIS ainda dos tempos do Pref. Olavo Setúbal foram mudadas! LINHAS DA ÁREA 1 COMEÇAM AINDA COM 8 E 9… LINHAS DA ÁREA 7 COMEÇAM COM 5,6,7… LINHAS DA ÁREA 5…COMEÇAM COM 2 E 3 E 4…KKKKK

  2. Ademir souza disse:

    Fazenda rio grande só ônibus velho antigo cheio de baratas um lixoooo

Deixe uma resposta