JTP tem 20 ônibus apreendidos em ação judicial movida pelo Banco Volkswagen em Embu das Artes (SP)

Um dos veículos alvos da busca

Instituição financeira alega atraso em financiamento. Viação diz que não faltarão ônibus para a população e que foi pega de surpresa pela decisão da qual diz não ter sido notificada

ADAMO BAZANI

A justiça paulista cumpriu neste sábado, 30 de janeiro de 2021, mandado de busca e apreensão contra a JTP, concessionária dos transportes de Embu das Artes, na região metropolitana de São Paulo.

Ao todo, foram alvos deste mandado 20 ônibus urbanos nas operações da garagem da empresa na cidade.

A JTP diz que foi pega de surpresa e garantiu que não haverá falta de ônibus à população por ter frota reserva suficiente (veja a nota na íntegra mais abaixo).

A ação atende ao Banco Volkswagen que alegou que a empresa de ônibus atrasou o pagamento dos coletivos financiados que foram comprados zero quilômetro para o sistema.

A decisão é em primeira instância, da juíza Barbara Carola Hinderberger Cardoso de Almeida.

Na ação, o Banco Volkswagen sustenta que a empresa possui uma dívida de R$ 8,68 milhões com a instituição financeira.

A magistrada decretou urgência na busca e apreensão alegando risco de o patrimônio ser escondido, mas o oficial de justiça encontrou todos os veículos e não houve resistência.

Por meio de nota ao Diário do Transporte, a JTP informou que não faltarão ônibus nas linhas e que atrasou apenas uma parcela. A empresa reiterou que por causa dos efeitos econômicos da pandemia de covid-19, a maioria das companhias do setor em todo o País enfrenta dificuldades.

A ‘JTP Transportes, Serviços, Gerenciamento e Recursos Humanos Ltda’ lamenta o ocorrido, sendo pega de surpresa pela decisão sobre a qual não fomos notificados.

Inicialmente, esclarecemos à população de Embu das Artes que não haverá falta de ônibus e impactos nas linhas atendidas, isso porque possuímos frota de reserva suficiente.

Esclarecemos também que sempre tivemos uma boa relação com o Grupo Volkswagen, do qual somos clientes há vários anos, e acreditamos que a medida será revertida muito em breve.

Frisamos ainda que houve o atraso de apenas uma parcela do financiamento e que devido ao estado de pandemia do novo coronavírus, a demanda dos transportes coletivos em todo o País foi sensivelmente prejudicada. As empresas de ônibus têm enfrentado sérias dificuldades e a maioria dos sistemas brasileiros não conta com subsídios ou complementações tarifárias, que são comuns na maior parte dos países desenvolvidos e em sistemas de referência, como a capital paulista.

Seguimos firmes na operação de Embu das Artes e outros sistemas em que atuamos com a solução breve desta situação. Tranquilizamos também todos os nossos demais fornecedores, gestores públicos e toda a cadeia de transportes sobre a normalidade de nossas operações

JTP Transportes, Serviços, Gerenciamento e Recursos Humanos Ltda

Veja a decisão:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Alex disse:

    ABSURDO, BANCO VOLKSWAGEN! Dane-se a população, certo?! Excelente mensagem ao mercado!

  2. Jorge disse:

    1 mês de atraso?? Estranho e cheiro de político envolvido nessa palhaçada!!
    Prejudicando a população para fins pessoais, parabéns Vw!!!

  3. Valdir Ferreira Xavier disse:

    Já não tinha ônibus suficiente antes da apreensão, pois ficávamos muito tempo nos pontos de ônibus esperando, pricipalmente as linhas do Jd. BATISTA E os. Ângela, agora vai ser mais dificil para quem pega essas duas linhas…

  4. João Luis Garcia disse:

    Pessoal não é uma questão de “ dane-se à população “
    Com certeza o atraso deve ser superior a uma parcela pois para ingressar com uma ação de busca e apreensão antes existem várias ações que a instituição financeira toma.
    Vamos parar com essa demagogia, afinal o Banco e uma empresa como outra qualquer que tem que dar lucro.
    Ao invés de criticar o Banco, quem tem que ser criticado e o proprietário da empresa pois assumiu um financiamento e não honrou com o contrato.
    E com certeza ele tem ciência das consequências que estaria sujeito.

  5. Marcia disse:

    João se os efeitos da pandemia não chegaram para vc fico feliz! Todas as empresas estão sofrendo com essa terrível crise, principalmente as empresas de transporte que continuam com seus custos fixos e queda de mais de 50% de passageiros.
    Empatia passa longe no seu discurso, até parece que tu é do banco vw

    1. William de Jesus Santos disse:

      Marcia, se você aluga uma casa e não paga o aluguel, o que acontece? O proprietário tem todo direito de pedir a casa de volta! Não tem a ver com empatia. O problema é que algumas pessoas querem tudo sem pagar por isso. Parece que virou crime no Brasil reivindica seus direitos. Engraçado que quando criminosos queimam ônibus por ai, não vejo ninguém pedir “empatia” para eles

  6. Daniele Almeida disse:

    Oi Marcia! O João não trabalha na Volkswagen não….
    Que vergonha Banco VW 😢

  7. Sueli Santos disse:

    O povo não vai morrer de covid19 vai morrer na ganância de dinheiro 💸 bens materiais AFF palhaçada 😅

  8. Daniel Barbosa de Souza disse:

    Triste notícia reflete a queda na demanda de passageiros consequentemente a arrecadação situação muito chata
    A população ficou em casa atendendo as recomendações
    A conta chegou não só para essa empresa há mais. ..
    Vale lembrar que os meios de transportes eram uma mina de ouro antes da pandemia
    O banco retomou por não haver a médio prazo garantias para o pagamento.
    Motivo da sinalização da 2°onda de covid

  9. Ghjji disse:

    Desrespeito com o cidadão. Mas a população tem o prefeito q merece. Reelegeu o cara de novo. Nenhuma manifestação com medo do ser vivo.
    Vergonha

Deixe uma resposta