Doria publica no Diário Oficial deste sábado a nova reclassificação da quarentena. Nenhuma cidade poderá avançar de fase até 08 de fevereiro

Todo o Estado passa para a faixa vermelha diariamente das 20h às 06h e o dia anterior em fins de semana e feriados

ADAMO BAZANI

O governador João Doria publicou em diário oficial neste sábado, 23 de janeiro de 2021, as novas regras da quarentena para impedir o avanço da covid-19 no Estado de São Paulo.

Com isso, as determinações anunciadas nessa sexta-feira (22) foram oficializadas.

Como mostrou o Diário do Transporte, todo o Estado passa para a fase vermelha diariamente das 20h às 06h e o dia anterior em fins de semana e feriados.

Nos fins de semana dos dias 30 e 31 de janeiro e 6 e 7 de fevereiro todas as regiões estarão na fase vermelha em tempo integral, mesmo aquelas que estão na fase laranja.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2021/01/22/doria-deixa-todo-estado-na-fase-vermelha-em-fim-de-semana-e-a-noite-em-dias-uteis-22-da-populacao-em-vermelho-e-78-em-laranja/

De acordo com o decreto 65.487, publicado neste sábado, nenhuma cidade ou região poderá ser reclassificada para as fases amarela ou verde, que possuem restrições menores, até o dia 8 de fevereiro (segunda-feira), quando deve passar a vigorar uma nova reclassificação.

As medidas entram em vigor a partir da segunda-feira, 25 de janeiro de 2021.

Em nota, a secretária de Desenvolvimento Social, Patricia Ellen, disse que no dia 25, feriado de aniversário da cidade de São Paulo, a capital seguirá as regras da fase laranja até às 20h. O mesmo valerá para outros feriados municipais das 645 cidades paulistas neste período.

 

“Na segunda-feira vai ser a regra do dia útil para todo o estado, então as regiões que estiverem na fase laranja funcionam como laranja, e as regiões que estiverem na fase vermelha funcionam como vermelha”,  explicou.

FASES E REGIÕES:

Haverá também regiões que ficarão o dia inteiro na fase vermelha, mesmo durante a semana, com validade entre os dias 25 de janeiro e 07 de fevereiro.

Confira a relação:

Fase Vermelha: regiões de Barretos, Bauru, Franca, Marília, Presidente Prudente, Sorocaba e Taubaté.

Fase Laranja: Grande São Paulo (capital paulista e 38 cidades da região metropolitana de São Paulo) e as regiões de Araçatuba, Araraquara, Baixada Santista, Campinas, Piracicaba, Registro, Ribeirão Preto, São João da Boa Vista e São José do Rio Preto.

O QUE PODE FUNCIONAR?

Em nota, o Governo do Estado mostra como serão as atividades comerciais e de serviços.

Na fase mais restritiva (vermelha), somente atividades essenciais — como supermercados e farmácias — poderão funcionar. Bares, restaurantes, padarias e similares poderão trabalhar apenas com sistema de delivery, drive-thru e take away (retirada); todas as demais atividades devem estar fechados para atendimento ao público.

Os transportes públicos, sejam coletivos ou individuais, podem funcionar também, o que inclui carros de aplicativo, táxis, vans, monotrilho, VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), trem da CPTM, metrô, micro-ônibus, ônibus urbanos municipais, ônibus metropolitanos (EMTU), trólebus em Santos, trólebus da capital paulista (SPTrans), trólebus metropolitanos (Corredor ABD – Metra/EMTU), ônibus suburbanos (Artesp), ônibus rodoviários intermunicipais (Artesp), ônibus rodoviários interestaduais (ANTT), ônibus rodoviários internacionais (ANTT) e ônibus de fretamento (EMTU/Artesp/ANTT).

Já na etapa laranja, academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, comércios, shoppings, concessionárias, escritórios e parques estaduais podem funcionar por até oito horas diárias, com atendimento presencial limitado a 40% da capacidade e encerramento às 20h. O consumo local em bares está proibido.

A venda de bebidas alcoólicas em lojas de conveniência só pode ocorrer entre 6h e 20h. Somente a partir da fase verde, a mais branda, é que essa comercialização poderá voltar a ser feita sem as restrições atuais.

Veja o calendário e o decreto:

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Erick disse:

    Esse doria e a chá q e o dono da vdd

  2. Roberto de Barros disse:

    É muito fácil o gov decretar o fechamento das atividades comerciais pois não é ele que terá dificuldades financeiras para honrar compromissos! Dependo do meu comércio para pagar minhas contas. Com toda certeza terei que fechar as portas definitivamente! E pensar que votei nesse (#_@*_#@)!

Deixe uma resposta