BRT Rio reabre estação Aracy Cabral, na Taquara

Reabertura foi realizada nesta segunda (18). Foto: Divulgação / Prefeitura.

Estrutura foi entregue com nova pintura, iluminação, bilheteria reformada, vidros instalados e nova programação visual

JESSICA MARQUES

O BRT Rio reabriu a estação Aracy Cabral, na Taquara, no Rio de Janeiro. A estrutura pode ser utilizada pelos passageiros a partir desta segunda-feira, 18 de janeiro de 2021.

A reabertura foi realizada em parceria com a SMTR (Secretaria Municipal de Transportes). Segundo a Prefeitura, a estação foi entregue aos usuários com nova pintura, iluminação interna com luminárias de LED e externa, com refletores, bilheteria reformada, vidros instalados e nova programação visual.

A Aracy Cabral é a sexta estação reativada desde o início do ano, após passar por pequenos reparos. As outras cinco que voltaram a receber passageiros são Pinto Teles, no Campinho; Bosque Marapendi (Módulo Expresso), na Barra da Tijuca; Tanque, em Jacarepaguá; André Rocha, na Taquara, e General Olímpio, em Santa Cruz.

Leia também:

BRT Rio reabre estação General Olímpio reformada

A previsão da SMTR é que as estações Praça do Bandolim, na Taquara, e Nova Barra, no Recreio dos Bandeirantes, voltem a funcionar até 1º de fevereiro. Ambas estão sendo revitalizadas. Atualmente, há 50 estações do BRT fechadas, a maioria por problemas de vandalismo e de segurança.

“A reabertura das estações é uma ação conjunta de vários órgãos da Prefeitura, em parceria com o BRT Rio, para dar mais acessibilidade para as pessoas do entorno e diminuir a aglomeração nas outras estações. Quando assumimos a gestão da SMTR, 40% do sistema estava fechado, com 56 estações desativadas. Já reabrimos seis e, até o dia 1º de fevereiro, outras duas vão voltar a funcionar”, disse a secretária municipal de Transportes, Maína Celidonio, em nota.

VANDALISMO

O BRT Rio informou ainda, em nota, que o fim de semana foi marcado por episódios de vandalismo e acidentes no sistema. Dois articulados foram depredados, sete estações foram vandalizadas e ocorreram dois acidentes causados por motocicletas.

Na madrugada de sábado (16), bandidos forçaram a bilheteria e furtaram equipamentos das estações Ilha Pura e Centro Metropolitano. Também foi registrado furto de material na estação Recreio Shopping. Ainda no sábado, à noite, dois articulados foram vandalizados na altura da estação Mato Alto, no corredor Transoeste. Ninguém ficou ferido.

“O vandalismo acarreta a retirada dos articulados de operação para manutenção e os principais prejudicados são os passageiros. Janelas e portas quebradas podem tirar um ônibus de circulação por até cinco dias”, ressaltou o BRT Rio, em nota.

No domingo (17), validadores de catraca da estação Curicica  foram depredados. Esta é uma das estações reformadas nos últimos meses pelo BRT Rio.

Por sua vez, na madrugada desta segunda (18), foram registrados furtos de fiação nas estações Vila Sapê, Asa Branca e Santa Efigênia.

ACIDENTES

No fim de semana também foram registrados acidentes por invasão à pista exclusiva do BRT, ambos provocados por motociclistas.

Em nota, o BRT Rio informou que um ocorreu na estação Mato Alto e outro na estação Dom Bosco, os dois no sentido Santa Cruz.

“O BRT Rio ressalta que faz campanhas permanentes em suas redes sociais para os cuidados que motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres devem ter em relação à calha do BRT. No entanto, infelizmente algumas pessoas desobedecem às leis e invadem a pista exclusiva de forma indevida e imprudente. E considera que somente com uma fiscalização mais rígida das autoridades será possível minimizar esse tipo de ocorrência.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta