Prefeitura de São Bernardo do Campo homologa consórcio para obras de conclusão do corredor de ônibus Ribeirão dos Couros

Ônibus em São Bernardo do Campo. Foto: Renan Bomfim Deodato / Ônibus Brasil

Contrato terá valor de R$ 14 milhões e duração de 30 meses

ALEXANDRE PELEGI

A prefeitura de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, publicou na edição do Diário Oficial do Estado deste sábado, 09 de janeiro de 2021, a homologação e adjudicação do consórcio vencedor da licitação para a conclusão das obras do corredor de ônibus e canalização do Ribeirão dos Couros, que fica entre o Corredor ABD e a Avenida Piraporinha.

A intervenção é uma antiga promessa do poder público.

A licitação teve como vencedor o Consórcio Future ATP – C3 – ECR (composto pelas empresas Future ATP Serviços de Engenharia Consultiva Ltda, C3 Planejamento, Consultoria e Projeto Ltda e ECR Engenharia Ltda), que ofereceu a proposta de R$ 14 milhões (R$ 14.080.699,16).

O prazo do contrato é de 30 meses.

O projeto total do corredor Ribeirão dos Couros compreende 2,25 km entre o Corredor ABD e a Avenida Piraporinha. Até o momento, foram executados 1.25 km. Será executado 1 km restante e haverá a complementação de outros 300, com novo pavimento.

A estrutura faz parte do pacote de 12 corredores de ônibus da cidade, que está sendo gradativamente implantado: Rudge Ramos, Castelo Branco, Rotary, São Pedro, Galvão Bueno, Leste-Oeste, Avenida João Firmino, Alvarenga Etapa 1, Alvarenga – Estrada Parque, Faria Lima, Jurubatuba, Ribeirão dos Couros.

A concorrência para a finalização do corredor Ribeirão dos Couros teve seis consórcios classificados para análise de proposta de preços.

1ª Consórcio Future ATP – C3 – ECR (composto pelas empresas Future ATP Serviços de Engenharia Consultiva Ltda, C3 Planejamento, Consultoria e Projeto Ltda e ECR Engenharia Ltda) – 88,82 pontos;

2ª Consórcio Mobilidade ABD (Composto pelas empresas TPF Engenharia Ltda e Egis Engenharia e Consultoria Ltda) – 86,15 pontos;

3ª Consórcio SBC TEC (composto pelas empresas CAA Company Consultoria e Gerenciamento de Empreendimentos Imobiliários Ltda, L.A. Falcão Bauer Centro Tecnológico de Controle da Qualidade Ltda e MMP – Consultoria e Gerenciamento de Empreendimentos Imobiliários EIRELI) – 84,76 pontos;

4ª Consórcio Maia Melo / Engeconsult (composto pelas empresas Maia Melo Engenharia Ltda e Engeconsult Consultores Técnicos Ltda) – 83,99 pontos;

5ª Consórcio AG Ribeirão dos Couros (composto pelas empresas Ambiente Brasil Engenharia Ltda e Geosonda S/A – Em Recuperação Judicial) – 82,50 pontos;

6ª Consórcio Corredor SBC (composto pelas empresas Consenge Consultoria e Projetos de Engenharia Ltda e GPO Sistran Engenharia Ltda) – 82,08 pontos.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta