Rio Preto (SP) não terá aumento da tarifa do transporte coletivo em 2021

Ônibus urbano do Expresso Itamarati. Foto: Rodrigo Barraza / Ônibus Brasil

Prefeitura prevê gastar R$ 16 milhões para subsidiar sistema de transportes

Alexandre Pelegi

Em coletiva realizada na manhã desta terça-feira, 29 de dezembro de 2020, o prefeito de São José do Rio Preto, interior de São Paulo, Edinho Araújo, garantiu que a tarifa do transporte público municipal não terá reajuste em 2021.

Desta forma, o pagamento com cartão eletrônico segue em R$ 3,30.

Já o pagamento em dinheiro se mantém em R$ 3,50.

Os estudantes, como de praxe, continuam pagando R$ 1.

Reeleito prefeito da cidade com mais de 460 mil habitantes, Edinho afirmou não vai reajustar a tarifa por causa da crise provocada pela pandemia de Covid-19

A tarifa técnica, no entanto, que representa o custo final do transporte, foi calculada a partir de janeiro em R$ 4,22.

A diferença entre o efetivamente pago na catraca e a tarifa técnica é subsidiada pela administração municipal.

O orçamento do município prevê gasto de R$ 16 milhões para custear essa despesa em 2021.

O consórcio que opera o transporte no município é composto pelas empresas Itamarati e Santa Luzia.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta