CPTM, Metrô de São Paulo e ônibus da SPTrans não terão reajuste de tarifa em 2021

Informação foi divulgada em nota conjunta pelo Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da capital

JESSICA MARQUES

O Metrô de São Paulo, a CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e os ônibus da SPTrans não terão reajuste de tarifa em 2021. A informação foi divulgada em nota conjunta pelo Governo do Estado de São Paulo e Prefeitura da capital paulista na noite desta terça-feira, 29 de dezembro de 2020.

O valor da passagem atualmente está em R$ 4,40 para todos os modais. A justificativa para manter a tarifa foi a “crise econômica e sanitária vivida pelas famílias causada pela pandemia da Covid-19”.

Confira a nota, na íntegra:

Considerando a crise econômica e sanitária vivida pelas famílias causada pela pandemia da Covid-19, o Governo do Estado e a Prefeitura de São Paulo decidiram que os valores das passagens para Metrô, CPTM e ônibus municipais permanecerão os mesmos, de R$ 4,40.

Mesmo com uma retração de 60% em média no número de passageiros em todos os modais durante o ano de 2020, a reforma administrativa implementada pelo Governo do Estado com enxugamento da máquina e ajuste fiscal permite o congelamento da tarifa com responsabilidade social e de gestão pública, beneficiando mais de 8 milhões de usuários do transporte público da capital diariamente.

Desde o início da pandemia, a Prefeitura manteve a oferta de ônibus sempre acima da demanda, que caiu 65 % em média neste ano. Com esforços de gestão, a tarifa não será reajustada para não sobrecarregar a parcela menos favorecida da população.

CAPITAL

Na tarde desta terça, a secretária de Transportes da cidade de São Paulo, Elisabete França, já havia afirmado que “não há previsão de aumento da tarifa” na capital, conforme noticiado pelo Diário do Transporte.

Relembre: Secretária de Transportes da capital paulista afirma que não há previsão de aumento da tarifa de ônibus

O último reajuste da tarifa do transporte coletivo foi realizado em janeiro de 2020, quando o valor subiu de R$ 4,30 para R$ 4,40.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Marcio Robert disse:

    Impossível crer que não irá haver aumento nas tarifas. Já é descontado do meu bilhete R$4,83 quando a tarifa exposta em todos os transport3s é de R$4,40. Como sempre tudo é feito as escuras; ninguém esclarece e o povo que paga a conta.

  2. josue isaias serpa disse:

    Uma benga que não aumentou o vale transporte desconta 4,83 se for apenas ônibus agora passe na CPTM e depois no ônibus desconta 4,85.
    Esse prefeito é um filho da puta e o governador da calça vasectomia express e outro da mesma laia

  3. Fernando dos Santos disse:

    Teve aumento sim. Acabei de passar pela catraca da estação de Carapicuíba linha 8, e descontou R$ 4,83

  4. Cleonice Alves de Souza Silva disse:

    No meu bilhete também esta descontado 4,83 só não estão divulgando o almento.mas aumentou sim.

  5. Shirley disse:

    Olá

    Mais uma vez reajuste agora nos trens e metros, hoje a tarde fui tarifada em $4,83 na estação Osasco, o discurso será o mesmo usado quando teve reajuste nos ônibus que ease valor já estava sendo cobrado porém não estava sendo repassado absurdo….

  6. Maria disse:

    Uma vergonha, aumentou o vale transporte das empresas de 4,40 para 4,83
    E mentem que o aumento não vai ser repassado, se está cobrando nas catracas.

Deixe uma resposta