Prefeito de Campinas (SP) afirma que cidade não terá reajuste na tarifa de ônibus

Último reajuste entrou em vigor em 07 de julho de 2019. Foto: Divulgação / Emdec.

Jonas Donizette afirmou ter conversado com Dário Saadi, que se comprometeu a não aumentar valor da passagem

JESSICA MARQUES

O atual prefeito de Campinas, no interior paulista, Jonas Donizette, afirmou que a cidade não terá reajuste na tarifa de ônibus municipais. Segundo o chefe do Executivo, o aumento não será aplicado nestes últimos dias de 2020 nem em 2021.

Donizette afirmou ter conversado com Dário Saadi, prefeito eleito de Campinas, que também teria se comprometido a não aumentar o valor da passagem.

“Não tem aumento de tarifa nesse ano. Já estou avisando nesse último programa do ano (Café com Prefeito) e o Dario já se comprometeu que não daria aumento no ano que vem. Então não teremos reajuste na passagem mesmo com o funcionamento do BRT”, afirmou.

A declaração foi feita durante entrevista ao programa semanal “Café com Prefeito” na manhã desta segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.

O último reajuste entrou em vigor em 07 de julho de 2019. Na época, o valor da tarifa foi de R$ 4,70 para R$ 4,95. No Bilhete Único, utilizado por 92% dos passageiros na ocasião, passou de R$ 4,30 para R$ 4,55 (reajuste de 5,81%).

O passe estudante, que tem 60% de desconto, foi a R$ 1,82 e o o passe universitário, com 50% de desconto, foi para R$ 2,28.

Segundo a Prefeitura, o aumento ocorreu depois de um ano e meio sem reajuste e a reposição foi abaixo da inflação no período (janeiro de 2018 a maio de 2019) medida pelo IPCA, que foi de 6,05%.

Relembre: Campinas anuncia reajuste na tarifa de ônibus para a partir de 07 de julho

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta