Diário no Sul

Maringá (PR) restringe lotação de ônibus a 50% da capacidade

Ônibus em Maringá (foto: Arquivo-Ilustrativa)

Novo Decreto publicado nesta segunda-feira (28) flexibilizou abertura do comércio não essencial

ALEXANDRE PELEGI

Em Decreto nº 2009/2020, publicado na edição do Diário Oficial do Município desta segunda-feira, 28 de dezembro de 2020, a prefeitura de Maringá, no Paraná, modificou algumas medidas adotadas para fins de enfrentamento da pandemia decorrente do coronavírus.

No caso do Transporte Coletivo, ônibus deverão reforçar as medidas de higienização no interior de seus veículos, e só poderão circular com o máximo de 50% da sua capacidade.

Enquanto o Decreto proíbe a realização de festas, eventos e confraternizações com participação acima de 10 pessoas, os templos religiosos estão autorizados a realizar cerimônias presenciais de segunda a domingo, desde que com até 30% da capacidade do local.

Está proibida por outro lado a aglomeração de pessoas em áreas de lazer pública, assim como está vedada também a colocação de mesas, cadeiras, banquetas e similares ou atendimento de clientes nas calçadas de todos os estabelecimentos comerciais.

No entanto, os horários comerciais dos estabelecimentos de serviços não essenciais foram ampliados:

atividades comerciais de rua, galerias e centros comerciais: de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h; e aos sábados das 9h às 13h;

II – shopping centers: de segunda a sábado, das 10h às 22h; e aos domingos das 14h às 20h;

III – bares, restaurantes, lanchonetes, carrinhos de cachorro quente e food trucks: das 6h às 22h, de segunda a domingo, sem restrição de venda e consumo de bebidas alcoólicas no local. Ants do decreto, a venda de bebidas estava liberada apenas até às 17h.

A cidade mantém em vigor o toque de recolher das 23h às 5h do dia seguinte, com exceção à noite do dia 31 de dezembro de 2020 e madrugada do dia 01 de janeiro de 2021.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta